ESTADO GRAVÍSSIMO: Marido de delegada que foi baleado por PF aguarda leito na UTI

Nesta manhã de segunda, um policial federal de 33 anos se apresentou na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) e confessou ser o autor dos disparos

ESTADO GRAVÍSSIMO: Marido de delegada que foi baleado por PF aguarda leito na UTI

Foto: Richard Nunes/Rondoniaovivo

Continua em estado gravíssimo o homem de 26 anos identificado apenas pelas iniciais R.G.A, que foi atingido com sete tiros na madrugada desta segunda-feira (22) em frente a uma residência no bairro Pedrinhas, zona Norte de Porto Velho (RO).
 
Segundo apurou o Rondoniaovivo, R.G.A., ainda está aguardando leito na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital João Paulo II, em situação considerada crítica. Ele foi atingido com tiros no rosto, abdômen e tórax.
 
Nesta manhã de segunda, um policial federal de 33 anos se apresentou na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) e confessou ser o autor dos disparos.
 
Para Leisaloma Carvalho da Homicídios, o PF afirmou que atirou para se defender, haja vista que o marido da delegada estava armado e ele pensou que se tratava de um assalto. 
 
Já a vítima teria ido até o carro do policial federal por ele estar em atitude suspeita na região da residência da delegada de Polícia Civil, mulher do baleado.
 
O policial federal foi solto após ser ouvido na Homicídios e responderá o crime em liberdade. A delegada Leisaloma Carvalho, explicou durante entrevista coletiva que o PF se apresentou de forma espontânea e já estava fora de flagrante.
 
Ainda segundo a delegada, o policial no momento do tiroteio estava usando um veículo oficial descaracterizado. Nove cápsulas de pistola calibre 9mm foram achadas na cena do crime.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

J G Dalmeida

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS