BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DENÚNCIA: Funcionário de casa noturna acusa Sargento da PM/RO de racismo

De acordo com a vítima o sargento teria dito que sua pele é “tão branca que tem alergia a Romannel"

Rondoniaovivo

13 de Outubro de 2020 às 16:22

Atualizada em : 13 de Outubro de 2020 às 17:00

Por mais que a Lei tenha endurecido as penas e campanhas de conscientização sejam veiculadas aos montes em nosso país, o racismo é um problema presente na vida dos brasileiros. 
 
Em Porto Velho (RO), uma ocorrência policial e uma denúncia em vídeo apontam que um Terceiro Sargento da Polícia Militar, teria supostamente humilhado racialmente o funcionário de uma casa noturna neste último final de semana. 
 
De acordo com a vítima, Bruno Alexandre, ele estava atendendo os clientes da casa, o Lola Karaokê, localizado em frente à praça das Três Caixas D’águas, na capital, quando o sargento em visível estado de embriaguez teceu impropérios raciais contra o denunciante. 
 
“Ele chegou à minha frente e disse: Olha bem para mim, sou branco dos olhos azuis, sou caucasiano, a minha pele não é suja, e continuou dizendo que a pele dele era tão branca que tinha alergia à Romanel, que recebia seis mil reais por mês”, falou Bruno Alexandre em um vídeo veiculado nas redes sociais. 
 
Esse mesmo policial já havia sido alvo de denuncia na Corregedoria Militar após ter publicado uma mensagem nas redes sociais no início da pandemia de Coronavírus onde afirmou “O meu desejo é que todos os apoiadores do Bozo que tenha mais de 30 anos peguem o COVID-19. Não vão escapar! Eu acho é pouco”.
 
O caso já está registrado na Polícia Civil do estado de Rondônia que investigará a denuncia. Confira o vídeo em que o funcionário da casa noturna relata sua denúncia.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS