BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

LAMENTÁVEL: Namorado encontra jovem morta dentro de apartamento

Ao retornar, já por volta das 00h30, teria encontrado a vítima pendurada numa gravata enrolada ao pescoço, no suporte do ar condicionado, que fica na garagem do apartamento

Jaru Online

07 de Setembro de 2020 às 11:39

Foto: Divulgação

Por volta da meia noite deste domingo, dia 06 de setembro, um suicídio foi registrado na Avenida Campinas, bairro Jardim Paulista, em Ariquemes (RO). Uma jovem de 25 anos, foi encontrada pelo namorado de 27 anos, pendurada por uma gravata no apartamento do casal.
 
O namorado contou para a Polícia Militar que passou o dia no sítio com a vítima, com quem morava junto num apartamento. O casal estava em companhia de uma terceira pessoa. Todos ingeriram bebidas alcoólicas e quando chegaram ao apartamento, tiveram uma discussão. O namorado teria saído para a situação não piorar.
 
Ao retornar, já por volta das 00h30, teria encontrado a vítima pendurada numa gravata enrolada ao pescoço, no suporte do ar condicionado, que fica na garagem do apartamento.
 
Ele também disse que correu num apartamento e chamou o vizinho para ajudar. O vizinho contou para a polícia que quando entrou no apartamento do casal, a vítima já estava na cama do casal inconsciente. O namorado da vítima ainda contou que tirou a namorada do local sozinho.
 
Foi depois disto que os dois levaram a jovem para uma Unidade de Pronto Atendimento, mas ela já estaria morta.
 
A testemunha ainda informou para a polícia, que chegou no seu apartamento e viu o carro do namorado da vítima do lado de fora e não percebeu qualquer alteração, mas ao ir para o banheiro tomar banho, ele – namorado – bateu na porta pedindo socorro.
No boletim de ocorrência foi possível apurar que a Polícia Técnico Cientifica (Politec) não compareceu ao local da morte da jovem, devido a cena do crime ter sido modificada. O namorado removeu a vítima do lugar, onde ela teria praticado o suicídio.
 
 
No apartamento do casal foi recolhido um carregador de celular que estava no chão, o celular da vítima que estava em cima da máquina de lavar roupa e uma gravata, que supostamente havia sido utilizada para a vítima se enforcar. Segundo o boletim de ocorrência, a gravata estava amarrada no suporte do ar condicionado.
 
Uma pessoa da família disse para a polícia que o namorado já teria agredido fisicamente a vítima noutra ocasião.
 
Junto com a testemunha que o ajudou a levar a vítima para a UPA, o namorado ficou na UNISP para serem ouvidos pelo delegado de plantão.
Não há mais informações.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS