BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

IRREGULAR: Operação Verde Brasil fiscaliza madeireiras no município de Buritis

Segundo o Secretário Estadual de Meio Ambiente, Elias Rezende, a Sedam encontrou indícios de irregularidades no local, por isso a madeira foi alvo de fiscalização

Rondoniaovivo

16 de Junho de 2020 às 14:28

Atualizada em : 17 de Junho de 2020 às 09:03

Foto: Cícero Moura/Rondoniaovivo

Mais de 150 homens do Exército, Polícia Federal, Polícia Militar Ambiental, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental e outras agências de preservação do meio ambiente estão trabalhando na região de Buritis, a 250 km de Porto Velho. A ação consiste em fiscalizar madeireiras que comercializam espécies nativas. Na manhã desta terça-feira,16, os fiscais fizeram levantamento no estoque de madeira de uma grande madeireira de Buritis. 
 
Segundo o Secretário Estadual de Meio Ambiente, Elias Rezende, a Sedam encontrou indícios de irregularidades no local, por isso a madeira foi alvo de fiscalização. O secretário explicou ainda que a Sedam e a Polícia Militar usam mapas de satélite para identificar áreas de desmatamento irregular em Rondônia. É a partir destes levantamentos que são programadas as fiscalizações em conjunto com o Exército, a Polícia Federal e outras agência. 
 
O comadante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, general Lucina Lima, informou que a Operação Verde Brasil, que ocorre há mais de um mês na Amazônia, já aplicou quase 50 milhões de reais em multas por contrabando ou extração ilegal de madeira. Em Rondônia, o Exército vem atuando nas regiões de Candeias do Jamari, Ponta do Abunã, Cujubim e Buritis. O trabalho, inicialmente previsto para durar um mês, foi prorrogado pelo Governo Federal.
 

Galeria de Fotos da Notícia

IRREGULAR: Operação Verde Brasil fiscaliza madeireiras no município de Buritis

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Vereador Aleks Palitot verifica atendimento em UPAs

Vereador Aleks Palitot verifica atendimento em UPAs

O vereador conversou com a população que buscava atendimento e também com integrantes das equipes das unidades onde colheu informações para a elaboração de oficio a ser encaminhado ao Executivo cobrando as devidas tomadas de providência.

10 de Julho de 2020 às 15:06