CORONAVÍRUS: Sargento da PM é preso após esposa desmaiar sem atendimento

O militar teria tão somente expressado a sua indignação em virtude da demora no atendimento médico

Após levar a esposa passando mal com sintomas de coronavírus e não receber atendimento adequado, o sargento da Polícia Militar Edvaldo Coelho, 46, acabou preso na manhã deste sábado (09) no Centro de Especialidades Médicas (Cem) da prefeitura de Porto Velho (RO).

 

O militar foi acusado de sacar a sua arma de fogo para um médico de plantão. Todavia, o sargento afirma que tem testemunhas de que em nenhum momento sacou a pistola dentro do órgão público. Segundo apurou o Rondoniavivo, o policial teria ido levar a esposa que estava passando mal e possui todos os sintomas da doença Covid-19.

 

O militar teria tão somente expressado a sua indignação em virtude da demora no atendimento médico, haja vista inclusive que a sua esposa chegou a desmaiar na unidade de saúde.

 

O caso terminou com o militar sendo conduzido para a Central de Flagrantes pelo crime de ameaça. O sargento afirma que irá representar criminalmente o médico por omissão.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS