BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

URGENTE - Polícia Federal prende empresário e jornalista Mário Calixto em São Paulo

O empresário tem dois mandados de prisão em seu desfavor. O primeiro é derivado da OPERAÇÃO TITANIC, deflagrada em 2008, nos Estados de Rondônia, Espírito Santo e São Paulo, onde é acusado de participar de um grupo criminoso atuante na falsificação de doc

Da Redação

17 de Novembro de 2010 às 13:00

Foto: Divulgação

A Polícia Federal cumpriu dois mandados de prisão preventiva contra o empresário Mário Calixto Filho, dono do jornal “O Estadão do Norte”. Mário Calixto, que era foragido da justiça e foi preso através da Delegacia de Polícia Federal situada no Aeroporto de Congonhas no Estado de São Paulo ao tentar embarcar em um vôo com destino à Brasília/DF.

O empresário tem dois mandados de prisão em seu desfavor. O primeiro é derivado da OPERAÇÃO TITANIC, deflagrada em 2008, nos Estados de Rondônia, Espírito Santo e São Paulo, onde é acusado de participar de um grupo criminoso atuante na falsificação de documentos relacionados à importação irregular de bens de alto luxo.
O outro mandado de prisão é em função da Força Tarefa CC5 (OPERAÇÃO BEACON HILL), que detectou a participação de Mário Calixto Filho na remessa ilegal de divisas ao exterior entre os anos de 1996 a 2002, com movimentações totalizadas em aproximadamente U$ 900.000,00 (novecentos mil dólares americanos).
Em 17 de setembro de 2009, a Justiça Federal de Rondônia expediu Mandado de Prisão Preventiva em desfavor de Mário Calixto Filho, devido “a existência de indícios concretos da prática dos crimes de evasão de divisas, crimes contra a ordem tributária, além da possível lavagem de capitais”.
O Empresário já foi senador do Estado de Rondônia na condição de 1º suplente através da vaga deixada por Amir Lando (PMDB/RO) ao assumir o Ministério da Previdência Social em Brasília no ano de 2007.

OPERAÇÃO TITANIC - Mário Calixto, proprietário do Estadão do Norte havia sido preso em 2008 junto com o filho do governador Ivo Cassol, Ivo Júnior Cassol, e o sobrinho deste, Alessandro Cassol Zabott, numa ação deflagrada pela Polícia Federal, “Operação Titanic”. Junior Cassol foi absolvido da acusação em recente julgamento. Na ocasião foram presos outras pessoas envolvidas com a chamada máfia capixaba, especializada em importação de automóveis de luxo subfaturados. A Polícia Federal descobriu que Calixto usou sua influência e prestígio junto ao secretário estadual de Fazenda, José Genaro, para garantir isenção fiscal à empresa TAG, usada pela máfia no esquema de importações. De acordo com as investigações, Mário teria atuado - ou pelo menos prometido atuar - junto ao secretário para reativar os benefícios da TAG, que estavam suspensos pelo Estado.

Mais informações em instantes.

VEJA TAMBÉM:

Segunda Turma do STF decide manter prisão de Mário Calixto

Polícia Federal caça o empresário Mário Calixto, que está foragido

Justiça Federal condena Mário Calixto a mais de 7 anos de prisão – Sentença

VEJA VÍDEO DE SUA PRISÃO NA OPERAÇÃO TITANIC EM 2008

 

-- --

 

-- --

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS