BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Crime bárbaro - Padastro estupra enteada de dois anos

Crime bárbaro - Padastro estupra enteada de dois anos

Da Redação

03 de Maio de 2008 às 12:17

Foto: Divulgação

O vaqueiro Wagner Clementino de Santana, 22 anos, foi preso na noite de quarta-feira, pela Polícia Militar de Ji-Paraná, acusado de estuprar a enteada de apenas dois anos. Com a violência, criança teve quer ser submetida à uma cirurgia no Hospital Municipal de Ji-Paraná. O fato aconteceu em uma propriedade rural do município de Urupá, no final de tarde da quarta-feira. Wagner morava com a mãe da criança há cerca de três meses. Na tarde da quarta-feira, a mãe saiu com a sogra e deixou Wagner em casa sozinho com as duas filhas, sendo uma delas menor de dois anos. Ao retornar percebeu algo de errado, pois a criança chorava e pedia para ir ao banheiro. Warger pegou a criança e enrolou em panos e levou-a até o banheiro. Quando retornou foi interrogado. A mãe desconfiada foi ao banheiro e constatou papel higiênicos com manchas de sangue. Assustada, a mãe levou a filha para o hospital local de Urupá, onde foi orientada a levar a filha para o Hospital Municipal de Ji-Paraná. Wagner acompanhou a família. Em Ji-Paraná os médicos constataram que a criança teria sido estuprada. A mãe acionou a Polícia Militar. Diante do fato, Wagner foi conduzido para a Delegacia de Defesa da Mulher e Família (DDMF), onde foi flagranteado. Acompanhado do advogado Sirne Lima, Wagner negou a acusação dizendo que teria deixado as crianças sozinhas por cerca de 15 minutos. Ele foi conduzido para o Presídio Central de onde aguardará o pronunciamento da Justiça. *VEJA TAMBÉM: * Homem cai de camionete e tem a cabeça esmagada em Theobroma * Acre - Crime bárbaro em Epitaciolândia
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS