JUSTIÇA: Eleição para prefeito de Vilhena não terá propaganda na TV

Outras emissoras também deixarão de veicular horário eleitoral

JUSTIÇA: Eleição para prefeito de Vilhena não terá propaganda na TV

Foto: Divulgação

 

Uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Rondônia impedirá que os candidatos à Prefeitura de Vilhena na eleição suplementar, que será realizada na cidade no dia 30 de outubro, apresentem suas propostas na televisão.
 
Embora a juíza eleitoral, Liliane Pegoraro Bilharva, tivesse aceitado que pelo menos propagandas fosse inseridas durante a programação das emissoras, a TV Vilhena (afiliada da Rede Globo) foi à justiça e conseguiu uma liminar suspendendo a veiculação das peças.
 
A emissora alegou, como já havia feito na eleição suplementar de 2018, questões técnicas e também apontou que a legislação não obriga a transmissão do horário eleitoral em cidades com menos de 200 mil eleitores. Com isso, as demais TVs, mesmo as que têm programação local, também deixarão de transmitir os programas e as propagandas.
 
Com isso, os dois candidatos que confirmaram participação na disputa (a ex-prefeita Rosani Donadon, do PSD, e o delegado da Polícia Federal, Flori Júnior, do Podemos), terão que conquistar votos através do rádio e das redes sociais.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

E M M M de Barros

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS