PERIGO: Pit bull é baleado após atacar outros cães e ameaçar crianças em Vilhena

ONG que resgata animais foi acionada para acompanhar o caso

PERIGO: Pit bull é baleado após atacar outros cães e ameaçar crianças em Vilhena

Foto: Divulgação

Um policial militar baleou em uma das patas um cão da raça pit bull que estava atacando outros animais no bairro Alto dos Parecis, em Vilhena, na manhã desta terça-feira, 27.
 
Segundo a dona de um outro pit bull “cruzado” com vira-lata, o cachorro agressor por muito pouco não matou a cadelinha poodle dela que saiu para a rua. “Ela escapou, mas eu consegui pegá-la antes do ataque”, contou a dona-de-casa de 33 anos.
 
A entrevistada disse que o pit bull, cujo dono não foi identificado, chegou a atacar outros cães na vizinhança, mas nenhum deles chegou a sofrer ferimentos graves.
 
O perigo, argumenta a moradora, era o animal ter investido contra alguma das crianças que, naquele horário, estavam andando pelas ruas do bairro.
 
Apesar dos esforços de algumas pessoas, que tentaram dispersar o animal agressor, jogando água com uma mangueira nele, o cachorro só parou quando um policial militar acertou um tiro em sua pata.
 
Uma ONG que lida com o resgate de animais na cidade foi chamada para acompanhar o caso e garantir atendimento o pet ferido a bala.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

E M M M de Barros

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS