ASSASSINATO: Homem é morto a tiros na área rural de Cerejeiras

Polícia Civil investiga o caso

ASSASSINATO: Homem é morto a tiros na área rural de Cerejeiras

Foto: Divulgação

 

Um homem identificado por Marcos Lopes, de 39 anos, foi assassinado a tiros na noite de quarta-feira, 7, na área rural de Cerejeiras.
 
De acordo com apurado pela reportagem, a mulher da vítima e o patrão dele procuraram a delegacia e Polícia Civil de Cerejeiras, onde a esposa contou que  Marcos chegou em casa muito nervoso e revirou toda a casa a procura de roupas pretas, vestiu um shorts preto por cima uma calça de cor cinza e duas camisetas, sendo uma delas na cor preta.
Marcos também teria dito que havia um drone lhe seguindo, que alguém estava lhe sondando. A comunicante disse que chegou a ver uma luz que parecia ser de um de um drone.
 
A vítima pegou uma espingarda que havia na casa e saiu em um carro Celta de cor prata de sua propriedade. Porém, antes de sair ele pediu que sua esposa trancasse a residência e não abrisse para ninguém, que ele logo retornaria.
 
Com medo a mulher ligou para o filho do proprietário do sítio que eles moram e trabalham. Por sua vez o rapaz comunicou seu pai e os dois foram para a propriedade, mas no caminho não encontraram com Marcos.
 
A esposa de Marcos contou para o patrão o que havia acontecido e ele saiu com seu filho a procura de Marcos, sendo que nas proximidades, há um bar/residência e o carro de Marcos estava nas proximidades, mas ele não estava no veículo.
 
O patrão da vítima observou que o bar estava com as luzes apagadas, mas aparentemente havia mais de uma pessoa no local e ao se aproximar, o proprietário apontou uma lanterna e ordenou que eles voltassem.
 
Contudo, o patrão perguntou se Marcos estava lá, e o proprietário do bar disse que Marcos estava morto. O patrão ainda observou que Marcos estava no chão e ao lado do corpo havia uma espingarda e uma arma aparentando ser uma garrucha.
 
O patrão ainda conta que conseguiu se aproximar do corpo e tocou para ver se ele estava vivo, mas não sentiu pulsação.
 
O patrão disse que indagou o porquê que o dono do bar não havia acionado a Polícia Militar (PM), ele disse que não tinha torre de celular e estava esperando uma pessoa para saber o que iriam fazer e que não era para chamar a polícia.
 
Todavia, o patrão da vítima foi até a casa da esposa de Marcos e a levou para a delegacia de Polícia Civil de Cerejeiras.
 
Com isso, a PM foi acionada e foi ao local, constatou o assassinato e chamou a Polícia Técnica Científica (Politec) e após os trabalhos da perícia o corpo foi liberado para a funerária Center Pax fazer a remoção.
 
O corpo de Marcos foi transladado pela funerária Center Pax para Vilhena, onde passará por necropsia e será velado e sepultado.
 
Direito ao esquecimento

Você assiste programa eleitoral na televisão?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS