ACIDENTE: Homem que caiu de moto precisa de ajuda para custear cirurgia

O procedimento ficou orçado no valor de R$ 13 mil

ACIDENTE: Homem que caiu de moto precisa de ajuda para custear cirurgia

Foto: Divulgação

 

O morador da área rural de Chupinguaia (RO), João da Silva Santos, precisa com urgência realizar um procedimento cirúrgico na clavícula que ele fraturou em um acidente de moto ocorrido do dia 10 de fevereiro numa estrada vicinal daquele município.
 
A reportagem conversou com a esposa de João, Noêmia Souza de Jesus, que falou sobre o acidente, da situação dela e do marido, e sobre a campanha para conseguir recurso para a realização da cirurgia do companheiro.
 
Segundo contou Noêmia, nas primeiras horas da manhã do dia 10 de fevereiro, ela e o esposo, após tirarem o leite nas vacas, foram de moto até um sítio vizinho. “Eu estava pilotando a moto, meu marido na garupa; e eu apaguei de repente”, disse ela.
 
A moto e o casal caíram de uma ponte de cerca de cinco metros, dentro do riacho. Noêmia conta que tiveram sorte do riacho estar cheio. “Senão tínhamos caído direto nas pedras”, afirmou.
 
O acidente aconteceu na Linha 145, a cerca de 40 km da área urbana de Chupinguaia. Ela sofreu fratura numa das “canas” do braço, na altura do punho e João quebrou a clavícula. Eles ficaram dez dias internados no Hospital Municipal de Chupinguaia, depois foram trazidos para Vilhena. 
 
No Hospital Regional de Vilhena, Noêmia passou por uma cirurgia e foi liberada. Mas, o caso de João é mais grave e ele foi encaminhado para Cacoal.
 
Segundo contou Noêmia, João segue internado à espera de uma vaga no Hospital de Cacoal, onde a cirurgia dele deve ser feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
 
Sem nenhuma previsão de data para a realização da cirurgia pelo SUS, família e amigos buscam meios de conseguir viabilizar o valor necessário para o procedimento cirúrgico na rede privada de saúde.  
 
Como ajudar 
 
O procedimento ficou no valor de R$ 13 mil. Para tentar arrecadar os recursos, foi criada uma campanha online. Quem quiser ajudar com qualquer quantia, pode fazer uma transferência via PIX 691881820200.
 
Noêmia e João moram sozinhos no sítio, pois seus dois filhos residem em Cuiabá (MT). O casal tem como principal fonte de renda o leite que produz. Mas, com o marido hospitalizado e com o punho quebrado, a sitiante conta com a solidariedade dos vizinhos para os afazeres cotidianos. “Meu filho mais novo veio para ficar uns dias com a gente, mas ele também tem seus compromissos”, disse.
Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS