CÂNCER: Homem precisa de ajuda para custear cirurgia de urgência

A doença foi descoberta há pouco tempo e está em um estágio avançado

CÂNCER: Homem precisa de ajuda para custear cirurgia de urgência

Foto: Divulgação

 

A família do pedreiro Adilson Resende da Silva, de 50 anos, busca ajuda para a realização de exames e para custear uma gastrostomia com urgência. Adilson é morador de Vilhena (RO) e foi diagnosticado com câncer no esôfago, e a doença já está em um estágio avançado.
 
A gastrostomia é uma cirurgia realizada para a colocação de um pequeno tubo flexível, conhecido como sonda, através da pele da barriga diretamente até ao estômago, para permitir a alimentação e fornecimento de nutrientes nos casos em que a pessoa não consegue se alimentar pela boca.
 
 
Conforme a filha, Vanessa de Oliveira da Silva, há cerca de quatro meses seu pai estava trabalhando em uma fazenda e começou a passar mal. “Ele veio pra casa, mas não conseguia comer, sempre que tentava comer, vomitava. Perdeu 20kg e sentia muita dor no peito”, contou. 
 
Desde então, Adilson passou por diversos médicos e em uma das idas à UPA, o médico passou um tratamento para o estômago que durou 30 dias; e pediu um exame de endoscopia.
 
O tratamento para o estômago não resultou em melhora e a família levou Adilson pra uma consulta em uma Unidade Básica de Saúde. A médica pediu exames de hemograma, raio-x, ultra-som e eletrocardiograma. “Ele fez todos esses exames e não constataram nada”, disse a filha.
 
Descoberta do câncer
 
Vanessa contou que uma amiga da família conseguiu a endoscopia para seu pai. O exame foi feito e apresentou uma alteração. O material foi enviado para a realização de biópsia e o resultado chegou na última sexta-feira, com o diagnóstico de câncer.
 
Segundo a filha, o câncer já tomou conta do esôfago impedindo a passagem da comida. Sem conseguir se alimentar, Adilson está apenas tomando soro. “Segundo a médica, ele tem que colocar uma bolsa pra fazer a passagem da comida, pois pelas vias orais não é mais possível”, disse a filha.
 
Sem condições de pagar os exames e a cirurgia de Adilson, que ficou orçada no valor de R$ 1.800, a família do pedreiro está pedindo ajuda da população. Quem puder contribuir, pode fazer transferência através do PIX 01752747208 (Vanessa de Oliveira da Silva).
 
Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (69) 98425-5208.
Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS