DENÚNCIA: Serralheiro publica vídeo dizendo ter sido agredido por PM

Militar acusado disse que não comentaria o episódio

DENÚNCIA: Serralheiro publica vídeo dizendo ter sido agredido por PM

Foto: Divulgação

Na noite de ontem, o serralheiro Márcio Júlio Fatel Coimbra, de 24 anos, publicou um vídeo no Facebook, no qual aparece sangrando, e disse ter sido agredido por um policial militar.
 
O site entrou em contato com o jovem, que confirmou a acusação e deu detalhes do episódio. Segundo Márcio, morador do bairro Alto Alegre, em Vilhena (RO), ele e um amigo estavam nas proximidades da avenida Paraná, quando foram abordados por uma guarnição da PM.
 
Conforme o relato do serralheiro, após ser abordado, ele recebeu ordem para ir embora. Quando tirou o celular do bolso, segundo ele para ver as horas, um policial identificado pelo denunciante como “Wagner”, teria gritado: “eu não te mandei ir embora? Você tá brincando com a minha cara?”
 
Neste momento, o militar teria batido no rosco de Márcio usando o próprio aparelho dele. “Eu não fiz nada, não ri, não desacatei e estava mesmo indo embora”, garante o acusador, acrescentando não ser usuário de drogas e nem ter passagens pela polícia.
 
Na entrevista, o jovem revelou que pretende registrar queixa contra o agressor, mas disse que também tentará conversar com ele. “Não quero prejudicá-lo, mas também não quero ser prejudicado”.
 
A reportagem ligou para o policial acusado, mas ele disse que não iria se manifestar sobre o episódio.
 
Veja o vídeo abaixo: 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS