COVID-19: Vilhena conclui 100% de aplicação das vacinas com a primeira dose

Alcançando 60 mil doses aplicadas até o momento, a cidade vê números de casos reduzindo

COVID-19: Vilhena conclui 100% de aplicação das vacinas com a primeira dose

Foto: Ilustrativa

Todas as vacinas contra covid-19 de primeira dose em Vilhena já foram aplicadas. Representando o maior avanço na campanha “Vilhena Protegida”, nesta semana a cidade chegou à marca de 60 mil doses aplicadas, sendo que mais de 10% deste total foi aplicado somente nos últimos quatro dias.
 
Agora a Secretaria Municipal de Saúde aguarda a entrega de mais lotes de imunizantes para dar continuidade à vacinação.
 
“Estamos nos surpreendendo até mesmo com nossa capacidade de aplicação de vacinas. Nesta semana batemos nosso recorde com mais de 3,2 mil doses aplicadas em um único dia. Se pudéssemos manter esse ritmo aplicaríamos uma dose nos 73,4 mil vilhenenses que compõem a população vacinável em apenas 22 dias. Quero parabenizar aos nossos profissionais de saúde que estão salvando Vilhena desta calamidade, contando sempre com o apoio das faculdades Unesc, Fimca e Unopar, que também estão fazendo um trabalho incrível”, pontua o prefeito Eduardo Japonês.
 
De acordo com Siclinda Raasch, enfermeira e secretária municipal de Saúde, a previsão é que mais doses sejam entregues a Vilhena nos próximos dias, com possibilidade de avanço na imunização na próxima semana.
 
“Temos pressa pela vacina. Cada pessoa imunizada é uma ou mais vidas salvas, visto que a vacinação cria barreiras à transmissão do vírus. Então, mesmo que a pessoa vacinada não fosse morrer, sua proteção evita que ela transmita para outros mais vulneráveis à sua volta, salvando vidas igualmente”, explica a secretária.
 
Entregues semanalmente, as vacinas de todas as marcas protegem contra casos graves e mortes por covid-19. Para essa eficácia estar garantida, no entanto, são necessárias duas doses e período de 15 dias após a segunda aplicação. Até que todos cheguem lá, os profissionais de saúde recomendam que os cuidados continuem.
 
A segunda dose é aplicada no posto de saúde Afonso Mansur, onde funciona a Central de Imunização das 8h às 13h. “Funciona assim: quem tem segunda dose marcada para a semana, pode ir de segunda a sexta-feira daquela semana. Ou seja, mesmo que você tenha a segunda dose marcada para sexta-feira, você pode receber a vacina na segunda-feira daquela semana. As bulas e o Ministério da Saúde permitem essa antecipação de cinco dias, mas não podemos antecipar mais que isso”, explica a enfermeira Waleria Prado.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS