INVESTIGAÇÃO: Homicídios prende em Ji-Paraná casal suspeito de mandar matar ex-funcionário na capital

As investigações da Polícia Civil apuraram que Wesley era apenado monitorado por tornozeleira eletrônica e trabalhava no mercado do casal naquela região da cidade

INVESTIGAÇÃO: Homicídios prende em Ji-Paraná casal suspeito de mandar matar ex-funcionário na capital

Foto: Rondoniaovivo | Viatura da Polícia Civil

Investigadores da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) de Porto Velho (RO) prenderam na manhã desta terça-feira (20) o casal de comerciantes Adeildo T. B., 45, e Romilda L. P., 42, por suspeita de ser o mandante da morte a tiros do ex-funcionário Wesley Carneiro do Nascimento, 21, ocorrida no último dia 05 de junho em uma residência na Rua Idalva Fraga Moreira, bairro Cascalheira, na zona Leste de Porto Velho (RO).
 
As investigações da Polícia Civil apuraram que Wesley era apenado monitorado por tornozeleira eletrônica e trabalhava no mercado do casal naquela região da cidade.
 
Ex-funcionário Wesley Carneiro do Nascimento, 21
 
Durante as investigações, os policiais apuraram que o casal teria sido vítima de assaltos constantes no comércio e acreditava que Wesley seria a pessoa responsável por planejar e passar informações privilegiadas aos comparsas.
 
Nesta manhã de terça-feira, os policiais civis da Homicídios de Porto Velho e de Ji-Paraná cumpriram mandado de prisão em desfavor do casal que havia fugido após a morte do ex-funcionário.
 
O casal suspeito de ser o mandante do crime foi localizado no município de Ji-Paraná e nega qualquer envolvimento com a morte de Wesley.
 
Mandados de busca e apreensão também foram cumpridos pela polícia de forma simultânea na capital.
 
O autor dos disparos que mataram a vítima ainda está sendo procurado.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS