VÍTIMAS DO CORONAVÍRUS: Casal de idosos morre de covid-19 com poucas horas de diferença em RO

Eles já haviam recebido as duas doses da vacina e mesmo assim, não resistiram

VÍTIMAS DO CORONAVÍRUS: Casal de idosos morre de covid-19 com poucas horas de diferença em RO

Foto: Divulgação

 

O pecuarista Armindo Rigo, de 83 anos, foi a óbito horas após a esposa Clarice Maria Rigo, de 71 anos, também morrer da mesma doença. Eles eram moradores pioneiros de Vilhena (RO) e estavam internados no hospital Femina em Cuiabá (MT).

 

Ambos, já haviam tomado as duas doses da vacina contra covid-19, mas não resistiram às complicações.

 
Ao comentar o falecimento, um dos filhos do pioneiro disse ter ouvido dos médicos que Armindo pode ter contraído uma cepa nova do coronavírus, uma vez que já havia sido infectado no ano passado. “Escutei eles falando que seis mutações estão circulando em Vilhena”, disse ao site.
 
O entrevistado também fez questão de alertar para os cuidados durante a pandemia, mesmo após a vacinação. O casal falecido com poucas horas de diferença, havia tomado a segunda dose do imunizante mais de 50 dias atrás.
 
A gente anda pela rua e vê o quanto ainda tem pessoas que não se cuidam e nem respeitam os outros. Um monte de moças e rapazes se aglomerando e sem máscara. Mesmo que eles sobrevivam, podem levar o vírus para suas casas e contaminar parente idosos. Se aconteceu na minha família, mesmo a gente se cuidando ao máximo, imagine nas casas de quem não toma precauções”, disse o filho de Rigo.
 
O corpo de Armindo será sepultado ao lado da esposa, no jazigo da família, que ele mesmo decidiu construir dois anos atrás e que foi finalizado recentemente.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS