COVID-19: Mecânico infectado pela segunda vez não resiste e morre devido às complicações

Cláudio deixa a esposa, cinco filhos e seis netos, além de inúmeros amigos enlutados

COVID-19: Mecânico infectado pela segunda vez não resiste e morre devido às complicações

Foto: Divulgação

 

Morreu o popular mecânico de Vilhena (RO), Cláudio Almeida Alves, de 71 anos, na tarde da última quinta (29). Ele vinha lutando contra uma insuficiência renal há dois anos, mas acabou não resistindo devido à Covid-19.

 
Após trabalhar por 17 anos na fábrica da Volkswagen, em São Bernardo do Campo/SP, Claudio se mudou com a família para Ipatinga/MG, onde abriu sua primeira mecânica e morou por 7 anos, até que foi para Vilhena, em 1994, de onde nunca mais saiu.
 
Dono da renomada mecânica “Cláudio e Filhos”, ele precisava ser submetido a sessões de hemodiálise e acabou contraindo Covid-19, no entanto, conseguiu se recuperar.
 
Porém, contaminado pela segunda vez, Cláudio acabou precisando ser intubado na última terça-feira, 27, mas não resistiu, devido já estar com acúmulo de líquido nos pulmões, causado pela doença renal que enfrentava e que foi agravada pela Covid.
 
Após duas paradas cardíacas, Cláudio deixa a esposa, com quem foi casado por 46 anos, 5 filhos e seis netos, além de inúmeros amigos enlutados.
 
O enterro do mecânico, que tinha na família e na profissão suas verdadeiras paixões, foi realizado na manhã de sexta-feira, 30, com cortejo saindo da funerária localizada em frente ao Hospital Regional.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS