'DON JUAN': Conquistador conseguiu enganar três mulheres e deu golpe de R$ 80 mil

Agora, elas se uniram e buscam por informações sobre o paradeiro de Jaime, a fim de que este pague pelos prejuízos causado

'DON JUAN': Conquistador conseguiu enganar três mulheres e deu golpe de R$ 80 mil

Foto: ILUSTRATIVA

 

Um homem “bom de lábia” conseguiu, em poucos meses, dar um golpe em três mulheres, sendo uma delas moradora de Santa Catarina e duas em Vilhena (RO). As três vítimas sofreram prejuízos financeiros grandes, confiando terem encontrado o amor de suas vidas.
 
 
Com uma história de embaralhar a cabeça de qualquer um, as três vítimas juntas contabilizaram um prejuízo de quase R$ 80 mil, entre venda de veículos e compras de imóveis.
 
 
A primeira vítima que se tem conhecimento, podendo haver outras, mora no Estado de santa Catarina e, após três meses de relacionamento com o homem de nome “Jaime”, perdeu um veículo, que ele vendeu afirmando que iria comprar outro e um empréstimo que fez para reformar a casa, que o próprio companheiro desmanchou, mas que nunca foi refeita.
 
 
Segundo a vítima, que falou com a reportagem do site, como já tinha passagens pela polícia, ao tentar renovar o contrato com uma empresa de segurança em que trabalhava, Jaime acabou sendo dispensado e inventou uma viagem para Rondônia, após saber que a sogra havia recebido uma determinada quantia em dinheiro.
 
 
Com a esposa, os enteados e a sogra, Jaime saiu de viagem em família com destino a Vilhena, porém, no meio do caminho a até então esposa, que já tinha dado os nomes para o casamento no civil, descobriu que ele não tinha dinheiro e quis retornar, mas o estelionatário teria implorado para que a sogra terminasse de custear a viagem, pois a reembolsaria.
 
 
Após dois dias em Vilhena, a mulher e a família foram informadas por Jaime de que teriam que retornar para casa sozinhos, pois ele não iria mais, tendo ela descoberto então, os “trambiques” dele, que lhe geraram um prejuízo de R$ 22 mil, pois até as contas de água e luz que o homem afirmava estar pagando, ela encontrou sobre o guarda-roupas, em pendência.
 
 
Já em Vilhena, antes mesmo da ex ir embora, Jaime arrumou uma nova vítima, para quem contou que era policial civil e funcionário de uma renomada empresa de segurança local e com quem morou por 4 meses.
 
Durante este tempo, Jaime arrumou outra mulher na cidade e mantinha um relacionamento com as duas, ocasião onde aplicou outro golpe, pois acabou vendendo a casa da mãe de uma mulher para o pai da outra.
 
 
Para a mulher que é filha da dona do imóvel, Jaime afirmou ter arrumado um inquilino, porém, para a filha do homem que comprou a casa pelo valor de R$ 40 mil, ele disse que os documentos iriam demorar, por causa dos trâmites de cartório.
 
 
Não satisfeito, Jaime ainda usou uma conta bancaria da filha adolescente da companheira que acreditava apenas ter alugado o imóvel, para receber o valor da venda, e afirmou que era um dinheiro que lhe deviam de outra situação e que não poderia por em sua conta, pois não queria pagar imposto sobre o valor.
 
 
Antes de gastar o dinheiro da casa, enganando duas famílias ao mesmo tempo, Jaime ainda vendeu a motocicleta de uma das vítimas, afirmando que iria comprar outra mais nova e o fez, porém, vendeu o tal veículo também, e desapareceu ao saber que a dona da moto havia descoberto que ele tinha outra mulher.
 
 
Ainda segundo a vítima que reside em Santa Catarina, ela tentou alertar  uma das moradoras de Vilhena com quem Jaime amasiou primeiro, mas esta não acreditou, e “sua ficha só caiu”, quando ele a abandonou com a mãe e os filhos longe de casa.
 
 
“Ele é bom de lábia, ele chora, é bem manipulador. É um Don Juan, manda flores, é romântico e calmo. É  difícil desconfiar dele”, afirmou a vítima catarinense.
 
 
Agora, as mulheres se uniram e buscam por informações sobre o paradeiro de Jaime, a fim de que este pague pelos prejuízos causados.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS