ECSTASY: Denarc deflagra operação contra traficantes de drogas sintéticas em Rondônia

Foram cumpridos Mandados de Prisão Preventiva e mandados de busca e apreensão domiciliar

ECSTASY: Denarc deflagra operação contra traficantes de drogas sintéticas em Rondônia

Foto: Divulgação

 

A Polícia Civil, por meio do DENARC de Ariquemes, deflagrou na manhã desta sexta-feira(25/03), a 2 Fase da Operação Ecstasy, denominada “Efeito Dominó” (que sugere a ideia de que uma peça caindo, as demais também irão tombar).
 
 
Foram cumpridos Mandados de Prisão Preventiva e mandados de busca e apreensão domiciliar nas cidades de Ariquemes, Rolim de Moura e Santa Terezinha do Itaipú no Paraná. Durante as buscas foram aprendidos comprimidos de ecstasy, droga do tipo skunk e balança de precisão. 
 
 
Na sequência das investigações conseguimos esclarecer que os comprimidos de Ecstasy apreendidos em Ariquemes partiram de um fornecedor brasileiro que reside em Santa Terezinha do Itaipu, cidade está distante 18km do Paraguai. Então representamos pela Prisão Preventiva desse indivíduo J.M.A.N.
 
 
Com técnicas modernas de investigação, também identificamos uma outra pessoa de Ariquemes que está envolvido no tráfico dessa droga sintética e, por esta razão, também prendemos preventivamente E.L.F.P (20 anos). Por fim, ao cumprirmos mandado de busca e apreensão na residência de K.B.S.V, localizamos droga do tipo skunk, comprimidos de ecstasy e balança de precisão, razão pela qual foi preso em flagrante”, afirmou o Delegado Rodrigo Camargo, que chefiou as investigações.
 
 
 
A Operação Ecstasy, coordenada pelo DENARC de Ariquemes, já obteve 4 mandados de prisão preventiva, realizou 1 prisão em flagrante e cumpriu 6 mandados de busca e apreensão. 
 
 
A ação policial desta manhã,  contou com apoio operacional do Canil integrado do DENARC/7BPM, Delegacia Regional de Rolim de Moura e Delegacia de Polícia de Santa Terezinha de Itaipú no Paraná.
 
 
O Tráfico de Drogas destrói famílias, sequestra o futuro dos jovens e serve como pano de fundo para outros tantos crimes graves, como homicídios e roubo. Contamos com apoio das pessoas de bem para que, fazendo denúncias a polícia, possamos combater de forma mais efetiva as drogas em nossa região”, finalizou o Delegado Rodrigo Camargo.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS