BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ATRITO: Cremero repudia fala de prefeito de Ji-Paraná que chamou médicos de covardes

Conselho disse que profissionais de saúde estão lutando para salvar vidas desde o início da pandemia

João Vitor Muniz/Rondoniaovivo

13 de Janeiro de 2021 às 10:18

Atualizada em : 13 de Janeiro de 2021 às 16:44

Foto: Divulgação

A briga entre os médicos e o Prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB), ganhou mais um capítulo na noite da última terça-feira (12). O Conselho de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero), emitiu uma nota criticando a atitude do gestor municipal.
 
Recentemente, Isaú fez uma transmissão ao vivo nas redes sociais e chamou os médicos que atuam na linha de frente do combate a pandemia de covid-19, de covardes, após alguns deles terem pedido demissão. Segundo o prefeito, a atitude dos profissionais foi errada.
 
Em sua fala, o prefeito ataca os médicos por várias vezes. “Os médicos ruins que não gostam de trabalhar, que é funcionário dos hospitais municipais, esses covardes estão pedindo demissão. Não tenho medo de falar, covardes, covardes, vocês são covardes”, diz Isaú.
 
O prefeito diz ainda que os profissionais estão cuspindo na cara da população. Isaú garantiu pagar tudo o que os médicos merecem.  
 
Após a declaração de Fonseca, o Cremero se posicionou e repudiou as declarações do chefe do poder executivo. “Os médicos de Rondônia vêm a público repudiar a declaração divulgada pelo prefeito de Ji-Paraná”, diz um trecho da nota.
 
Ainda na resposta ao prefeito, o Cremero diz que os profissionais estão desde o início da pandemia lutando para salvar vidas, e muitos deles já partiram, devido a contaminação pelo vírus. 
 
Leia a nota do Cremero: 
 
 
O município de Ji-Paraná tem mais de 120 mortes devido a covid-19 e 5.237 casos já foram registrados desde o início da pandemia, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). 
 
Assista ao vídeo das declarações do prefeito:
 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS