BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

EM RONDÔNIA: Policial é preso após invadir igreja e apontar arma para pastor

Policial civil estava no local e foi arrolado como testemunha

FOLHA DO SUL ONLINE

10 de Novembro de 2020 às 18:04

Foto: Divulgação

Um policial militar da reserva foi detido na manhã desta terça-feira, 10, após invadir uma igreja evangélica na região do Nova Vilhena e, apontando uma arma para outro militar, pastor da denominação protestante, ofendeu o religioso com várias palavras de baixo calão.
 
Segundo informações levantadas pela reportagem do FOLHA DO SUL ON LINE, de forma extraoficial devido o registro do caso não ter sido liberado para a imprensa, esta não é a primeira vez que o militar se desentende com o outro pastor, a quem estava procurando no local.
 
Durante o bate-boca, o militar que mantinha as ofensas ao pastor, sacou de sua arma e uma guarnição precisou ser acionada para ir até o local, onde acabou dando voz de prisão a ele por não possuir porte do revólver.
 
Conforme outras pessoas ouvidas pelo site, o acusado faz parte da denominação religiosa e teria ido ao templo tirar satisfações com outro pastor (civil e não o militar), em virtude da discordância em relação à forma como ele havia conduzido um culto.
 
O pastor-militar também estava armado quando o acusado apontou a arma em sua direção, mas preferiu não reagir, o que evitou um eventual tiroteio, com risco de morte para um deles. Um policial civil estava no local do episódio e foi arrolado como testemunha.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS