BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

EM CACHOEIRAS: Moradores de Colorado, Cabixi e Cerejeiras podem estar propagando Covid-19

Uma vez que esses municípios não possuem Unidade de Terapia Intensiva (UTIs)

Folha do Sul Online

23 de Julho de 2020 às 15:13

Atualizada em : 23 de Julho de 2020 às 15:18

Foto: Divulgação

 

FOLHA DO SUL ONLINE - O fluxo de pessoas em cachoeiras localizadas entre as cidades de Cabixi, Colorado do Oeste e Cerejeiras durante os finais de semana, tem preocupado moradores conscientes sobre a necessidade de evitar aglomerações, a fim de coibir a propagação do novo Coronavírus, uma vez que nenhum desses municípios não possui Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

 
No início da semana, o site citado recebeu a ligação de um morador de Cabixi, que se mostra preocupado com o número de pessoas que se reúnem na cachoeira da Linha 08, localizada a cerca de 16 Km da cidade.
 
O local, que chama atenção por sua beleza, já é considerado uma área de lazer para muitos moradores que buscam se refrescar do calor durante finais de semana e feriados, porém, com as restrições da pandemia, tem se tornado um local perigoso, uma vez que reúne também pessoas dos municípios vizinhos, incluindo Pimenteiras.
 
A situação não é diferente na cachoeira da Linha 03, localizada entre Colorado em Cerejeiras, onde um motorista flagrou e divulgou, no último domingo, 19, mais de 20 veículos de frequentadores do local, estacionados às margens da BR-435.
 
Em contato com o sargento Jair de Souza, comandante do Quartel da Polícia Militar de Cabixi, a reportagem do site foi informada de que atualmente não tem ocorrido denúncias sobre as referidas aglomerações na cachoeira da Linha 08, porém, o militar irá solicitar que a fiscalização no local seja intensificada.
 
Do mesmo modo se pronunciou o capitão Rudinei Pogere, comandante da PM de Colorado, que também afirmou ser necessária uma avaliação do espaço geográfico do local, para analisar se este comporta o quantitativo de pessoas presentes, sem que elas se reúnam em um único ponto.
 
“O deslocamento da guarnição para locais de aglomeração é realizado a partir de denúncias e estas ainda não ocorrendo em se tratando da referida cachoeira”, concluiu Rudinei.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS