BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

JARU: Terceira etapa da campanha de vacinação começa na segunda (11)

A imunização acontecerá em todas as unidades básicas de saúde em Jaru e no distrito de Tarilândia, de segunda a sexta-feira das 7h às 17h

JARU ONLINE

08 de Maio de 2020 às 16:38

Atualizada em : 09 de Maio de 2020 às 09:44

Foto: Divulgação

 
JARU ONLINE - Na ação devem ser imunizadas mais de 8 mil pessoas entre, gestantes, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, professores da rede pública e privada, adultos de 55 a 59 anos de idade, puérperas de até 45 dias após o parto e pessoas com deficiência.
 
A imunização acontecerá em todas as unidades básicas de saúde em Jaru e no distrito de Tarilândia, de segunda a sexta-feira das 7h às 17h. (Com exceção do Centro de Saúde da Mulher no setor 04 que é exclusiva para o atendimento de pessoas com sintomas gripais).
 
No Centro de Saúde Carlos Chagas no setor 05, a vacina também é disponibilizada no período noturno de segunda a sexta até às 22h, aos sábados das 7h às19 e domingos até às 13h.
 
De acordo com a secretária de saúde, Tatiane de Almeida Domingues, as pessoas que fazem parte do grupo prioritário da primeira e segunda etapa da campanha e que ainda não foram imunizadas devem procurar a unidade de saúde mais próxima. “Lembrando que a vacina para idosos continua sendo realizada em domicílio”, destacou.
 
Segundo a coordenadora de imunização, Ângela Priscila nesta fase não haverá dia D de mobilização, em virtude das medidas de distanciamento social. “Porém estamos já adotamos várias estratégias, como, a vacinação local aberto para não aglomerar dentro da unidade, além do DriveThru, onde a vacina é feita com a pessoa dentro do veículo, nem precisa descer”, explicou.
 
Ainda de acordo Priscila as gestantes serão vacinadas durante o pré-natal e as puérperas quando forem levar o recém-nascido para a primeira vacina.
 
Ao todo já foram imunizadas mais de 7 mil pessoas, entre idosos, grávidas, trabalhadores da saúde, gestantes, doentes crônicos, caminhoneiros e motoristas do transporte coletivo.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS