OPERAÇÃO CARNAVAL: Ação integrada das forças de segurança realizou apreensões durante Carnaval

A operação foi articulada visando coibir atividades criminosas e garantir a ordem pública dos carnavalescos e população em geral

OPERAÇÃO CARNAVAL: Ação integrada das forças de segurança realizou apreensões durante Carnaval

Foto: Assessoria

Através de ação integrada das forças de segurança, foram realizadas 16 prisões durante o período de Carnaval em Porto Velho. A Operação Carnaval 2024 foi articulada visando coibir atividades criminosas e garantir a ordem pública dos carnavalescos e população em geral.
 
A ação ocorreu durantes todos os dias de festividade, por meio da Secretaria de Estado Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec). Nos dias 2, 3, 4, 9, 10, 11, 17 e 18 a ação contou com a participação da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) através da Gerência Especializada em Operações Penais (Geop), Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape) e Unidade de Monitoramento Eletrônico (Umesp).
 
Dentre as dezesseis prisões realizadas, dez foram de monitorados que estavam em descumprimento das regras de monitoração eletrônica, e seis por cumprimentos de mandados de prisão. Durante o evento, foram realizadas diversas abordagens pela Polícia Penal, com apreensão de armas brancas.
 
Segundo o diretor Geral da Polícia Penal, Célio Luiz de Lima, a fiscalização de monitorados e recaptura de foragidos está no âmbito de atuação da Sejus, por meio da Polícia Penal, por isso a atuação nas ruas, junto às demais forças de segurança.
 
Conforme o gerente da Geop, Reginaldo Barbosa, o efetivo do Gape e Umesp possui policiais penais que atuam diretamente com os apenados, isso facilitou a identificação de alvos em meio à multidão presente nos blocos carnavalescos. “Além disso, contamos com a tecnologia de monitoramento facial, facilitando a localização de foragidos”, ressaltou.
 
O secretário da Sejus, Marcus Rito, pontuou que a ação estratégica do Governo de Rondônia, na junção das forças policiais, fortalece o combate contra a criminalidade no Estado.
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Cleiton Cheregatto em Novo Horizonte do Oeste?
Quem é mais culpado pelas enchentes em Porto Velho?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS