ENCONTRO: PT-RO decide adotar a estratégica de diálogo com o governo estadual

Fo defendida a ideia de que o partido deveria construir um amplo debate e postergar a decisão sobre aliança ou oposição até março de 2024

ENCONTRO: PT-RO decide adotar a estratégica de diálogo com o governo estadual

Foto: Divulgação

Em uma reunião extraordinária realizada sábado (02/12) em Ji-Paraná, o Partido dos Trabalhadores de Rondônia (PT/RO) debateu de maneira intensa sobre seu posicionamento em relação ao Governo Estadual, do Partido União Brasil. A decisão final, porém, reflete uma postura estratégica que busca promover o diálogo e o amplo debate, antes de definir sua posição definitiva.


O presidente do Diretório Municipal do PT de Porto Velho, Israel Trindade, apresentou uma proposta que foi aceita e aprovada durante a reunião. Trindade defendeu a ideia de que o partido deveria construir um amplo debate e postergar a decisão sobre aliança ou oposição até março de 2024. A proposta também ressalta a importância de concentrar esforços no diálogo com diversos setores da sociedade, como políticos, empresariais, prefeituras e movimentos sociais. Foi também encaminhado que se  tirasse uma Comissão entre as forças que compõem o Diretório Estadual, juntamente com a Deputada Estadual Cláudia de Jesus e o Presidente Estadual do PT, Anselmo de Jesus,  fazendo assim, o debate com os diretórios municipais e toda militância petista.


"Queremos um debate que envolva toda a sociedade. Estamos focados em expandir as políticas públicas que estão chegando em Rondônia, beneficiando especialmente os mais necessitados", afirmou Trindade. Ele destacou que o PT/RO vê com bons olhos iniciativas como o programa Minha Casa Minha Vida, o apoio à agricultura familiar com crédito Fundiário, e as isenções do Bolsa Família para mulheres e beneficiários com financiamentos habitacionais populares.

 

A estratégia principal do Partido dos Trabalhadores é a de dar ênfase às ações do Governo Federal, liderado pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Trindade explicou que esse alinhamento é considerado essencial para pressionar o Governo Estadual a uma posição de base ao governo Lula, até porque o partido União Brasil está à frente de três pastas no governo federal, com Juscelino Filho (Comunicações) e Celso Sabino (Turismo), além de Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional).


O contexto político interno do PT/RO foi discutido, incluindo a postura da deputada Cláudia de Jesus, que é a única deputada estadual do PT na Assembleia Legislativa. Alguns filiados discordam de sua postura de votar favoravelmente as pautas do governo, por outro lado a grande maioria avalia que ela vem fortalecendo o apoio às políticas públicas do governo Lula.  

 

Na oportunidade a deputada fez prestação de contas do mandato e se colocou à disposição, buscando aumentar o diálogo com a militância e toda sociedade em geral.


A decisão estratégica do PT Rondônia reflete não apenas uma escolha política, mas uma abordagem que busca aprofundar o envolvimento com a comunidade e promover debates significativos para a construção de políticas públicas mais inclusivas e justas. O partido está focado em criar um impacto real no cenário político estadual e fortalecer seus laços com a população.


“Qualquer decisão tomada aqui no âmbito do PT-RO, tem o poder político de impactar as execuções das políticas públicas do Governo Federal em Rondônia. O governo Lula injetará bilhões no Estado e este dinheiro irá para obras e políticas públicas que atendem o povo de Rondônia, temos que pensar nisso. Portanto, apoio político ao bolsonarismo JAMAIS! No entanto, não podemos virar as costas para o mundo real, temos que aumentar o diálogo com o Governo do Estado e com todos os prefeitos, senão viraremos as costas ao povo trabalhador de Rondônia e não ao governador ou ao prefeito A ou B”, afirmou Israel Trindade, presidente do Diretório de Porto Velho.

Direito ao esquecimento
Como você classifica o mandato do prefeito Moisés Cavalheiro em Itapuã do Oeste?
Como resolver o problema dos animais de rua?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS