SAÚDE: Médica alerta para prevenção e cuidados com a diabetes

Diagnosticar a doença precocemente é fundamental para o tratamento

SAÚDE: Médica alerta para prevenção e cuidados com a diabetes

Foto: Divulgação

 

Em alusão ao Dia Mundial do Diabetes, celebrado anualmente em 14 de novembro, a médica generalista Camila Freire, da Unidade Básica de Saúde Agenor de Carvalho, em Porto Velho, reforça os principais cuidados tanto para prevenir a doença quanto para tratar os pacientes.
 
“O primeiro tópico de prevenção ao diabetes se baseia na alimentação. Diabetes é diagnosticado como o aumento do açúcar no sangue. Baseado nisso, o primeiro método de prevenção é a alimentação adequada e a prática de atividade física”, afirmou.
 
Para evitar a doença ou diagnosticá-la em sua fase inicial, o que facilita o tratamento, a médica orienta que sejam feitos exames periódicos, independente de qualquer doença relacionada. “O diabetes é diagnosticado através de exames de sangue, através da dosagem da glicemia de jejum e hemoglobina glicada”, disse.
 
CUIDADOS
 
Aos portadores da doença, a médica orienta que sempre estejam monitorando os índices de glicemia. Desta forma são evitadas as crises de hiperglicemia (aumento do açúcar no sangue) e as complicações que o diabetes pode trazer relacionadas à circulação sanguínea. Além disso, tomar a medicação correta e nos horários certos para manter a doença controlada.
 
 
“A gente costuma dizer que o diabetes é uma doença traiçoeira, dificilmente apresenta algum tipo de sintoma, ao contrário da pressão alta ou de outras doenças. Então, a prevenção é sempre melhor. Quanto antes a gente detectar o diabetes, mais fácil de tratar e controlar”, alertou Camila Freire.
 
 
 
ACOMPANHAMENTO
 
Na UBS Agenor de Carvalho, a exemplo de toda rede municipal de saúde, a pessoa com diabetes é acolhida e recebe todos os cuidados necessários. Através do Programa de Saúde da Família (PSF), o paciente é cadastrado e encaminhado para o clínico geral, dando início ao tratamento.
 
 
Após passar pela consulta médica, o paciente segue recebendo todo acompanhamento e orientações dos profissionais da enfermagem. “Caso seja necessário, havendo algum tipo de complicação, a gente solicita o suporte do especialista, que é o endocrinologista”, completou.
 
 
DADOS
 
Atualmente, 7.871 pessoas acometidas de diabetes estão cadastradas na Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Desse total, 3.080 portadores da doença são dependentes de insulina para controlar a glicemia.
 
 
De acordo com a Federação Internacional de Diabetes, o número de pessoas que sofrem com a doença teve um acréscimo de 74 milhões, totalizando 537 milhões de doentes (adultos) em 2021. No Brasil, já são cerca de 16,8 milhões.
 
 
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Coreia do Sul nesta segunda-feira (05)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS