SEGURANÇA: De olho na Black Friday! Especialista dá 7 dicas para fugir de golpes com iPhones

SEGURANÇA: De olho na Black Friday! Especialista dá 7 dicas para fugir de golpes com iPhones

Foto: Divulgação

Pensando em trocar de celular na Black Friday? 
 
É só aparecer aquele iPhone com 70% de desconto, não é mesmo?
 
Ai que mora o perigo…
 
A alta procura por celulares do modelo iPhone, que geralmente possuem um custo alto, tem atraído cada vez mais a atenção de golpistas, criminosos e estelionatários que encontram nesse mercado diferentes formas de conseguir dinheiro fácil enganando clientes.
Usuários desatentos, desinformados ou inocentes são os principais alvos destes criminosos que atuam em feriados comerciais como black friday e natal tentando enganar aqueles que buscam adquirir iPhones seja para revenda ou uso próprio. 
 
Por isso listamos alguns dos golpes que mais acontecem na web e em ambientes físicos e trouxemos 7 dicas do especialista em iPhones e importação, Auricesar Filho para evitar cair nesses golpes com celulares:
 
Tipos de Golpe com Celulares
 
Confira abaixo os golpes envolvendo aparelhos eletrônicos e celulares mais comuns da atualidade: 
 
Golpe do pagamento falso
 
Neste tipo de golpe os criminosos procuram ofertas de iPhones em sites como Mercado Livre, OLX e Enjoei. Quando encontram um alvo eles forjam um pagamento, retiram o produto e deixam o vendedor sem receber seu dinheiro. Entenda como funciona.
 
Primeiro os golpistas procuram alvos aparentemente fáceis, anunciantes com perfis simples e que tenham realizado poucas vendas nos sites de compra. Em seguida fazem contato com o vendedor e fecham a negociação. Os criminosos então forjaram um falso comprovante de depósito contendo os dados do vendedor, e o enviam pelo e-mail, WhatsApp ou outro aplicativo de mensagens.
 
Após visualizar o comprovante o vendedor despacha o produto acreditando que logo receberá o valor da compra. Até perceber que foi vítima de um golpe os criminosos já receberam o IPhone, bloquearam o número do vendedor ou até mesmo trocaram de número.
 
Golpe de fundo de loja
 
Em grandes praças e mercados como as de São Paulo e Foz do Iguaçu, onde a venda de iPhones é o principal foco, muitas pessoas acabam se metendo em problemas e até mesmo tendo a vida em risco. Isso porque os golpistas sabem que aqueles que frequentam esses comércios procuram pelos menores preços, e oferecer um preço muito abaixo da média pode atrair a atenção de compradores inexperientes ou inocentes que acabam sendo vítimas deste golpe.
 
Quando o criminoso percebe o interesse de um comprador ele o aborda e oferece ofertas únicas, daquelas que só existem em sonhos, assim ele conquista a atenção do usuário e se inicia o pesadelo. O comprador é chamado para ir até o fundo da loja do golpista para conferir modelos, conhecer o depósito ou fechar a negociação. Uma vez lá dentro o comprador é rendido, tem seu dinheiro roubado e sua vida fica por conta dos criminosos.
 
Golpe do falso intermediário 
 
Um dos mais usados no mercado atualmente e que tem feito cada vez mais vítimas. Nele o criminoso engana duas pessoas, utilizando anúncios clonados e se passando por intermediário da negociação.
 
Os golpistas primeiro escolhem um alvo, alguém que esteja anunciando um iPhone, para em seguida entrar em contato com o anunciante e tirar dúvidas sobre o aparelho. Assim ele obtém as informações necessárias para criar um novo anúncio em sites de vendas, com as mesmas especificações do original, porém, com um preço menor e com o contato do golpista. Assim que este anúncio começa a ser divulgado o criminoso apenas aguarda o interesse da próxima vítima.
 
 
Quando o comprador aparece e faz contato com o golpista, este se apresenta como parente ou amigo do vendedor e diz que vai ser o intermediário da negociação, evitando que o comprador e o real vendedor se comuniquem. Então o comprador fecha a compra e realiza o depósito em uma conta de um laranja, uma terceira pessoa cúmplice do golpista. Ao receber o dinheiro da compra, o criminoso marca um encontro entre as duas partes e depois desaparece, e se torna incomunicável. O comprador e o vendedor se encontram, e sem ver o dinheiro em sua conta, o dono do iPhone se recusa a fechar a negociação. Os dois conversam e percebem que foram vítimas de um golpe.
 
Como vimos, o mercado de iPhones está cheio de golpistas querendo ganhar dinheiro fácil em cima de pessoas desinformadas e inocentes. E o prejuízo causado por estes golpes se torna maior ainda quando as vítimas são revendedores, pessoas que investem grande quantidade de dinheiro nestes aparelhos, e que de uma hora para outra podem perder tudo. Confira um dos golpes mais recentes que vem acontecendo.
 
Golpe do fornecedor golpista
 
Esse esquema complexo vem enganando várias pessoas, de modo em que o suposto fornecedor passa credibilidade e conquista a confiança de revendedores para em seguida aplicar um grande golpe. Entenda como funciona esta ação dos criminosos.
 
Por meio de canais digitais, como sites e anúncios da internet, o revendedor encontra uma oferta de iPhone por um preço abaixo do comum. Ele entra em contato, conversa com o golpista e faz uma compra teste de um aparelho. Este aparelho chega corretamente ao seu destino e o criminoso se torna um fornecedor de confiança.
 
Em seguida o revendedor passa a fazer parte do grupo de referência do golpista, um grupo de WhatsApp ou Telegram onde o suposto fornecedor oferece seus produtos e recebe avaliações de clientes satisfeitos. O revendedor que já realizou uma compra com sucesso é estimulado a dar credibilidade ao fornecedor, contando aos membros do grupo sobre sua experiencia positiva de compra. Assim o fornecedor ganha cada vez mais credibilidade e a confiança dos membros do grupo.
 
O próximo passo do criminoso é oferecer uma mega promoção para compras de iPhone em grande quantidade, prometendo brindes e preços muito baixos. Logo muitos dos compradores se interessam pela oferta e depositam o dinheiro para o fornecedor, que em alguns dias desaparece, troca de número e deixa vários revendedores em um grande prejuízo.
 
Este mesmo golpista aparece novamente depois de algumas semanas, com novo nome, número e CNPJ, para aplicar novamente sua trapaça.
 
Especialista dá dicas para não cair em Golpes na Black Friday
 
 
Com tantos riscos neste mercado de iPhones é importante se manter atento, por isso entrevistamos o influencer de importação e especialista em iPhones; Auricesar Filho que trouxe dicas importantes para você ficar de olho nessa black friday.
 
São 7 dicas que podem evitar que você caia em golpes e fraudes. Confira:
 
1. Desconfie de produtos com preços muito abaixo da média do mercado.
2. Verifique o histórico, dados e avaliações dos vendedores.
3. Não disponibilize seus dados pessoais com facilidade.
4. Prefira fazer transações e conversas dentro dos sites de vendas.
5. Evite pagamentos e envios de produtos antecipados.
6. Desconfie de mensagens e e-mails que se dizem oficiais ou que peçam seus dados.
7. Não negocie com intermediários.
 
Auricesar ainda completa: “Não acredite em ofertas com preços muito baixos, a maioria dos golpistas se aproveita da emoção e do desejo das pessoas em comprar um novo celular de marca e consegue facilmente levar seu dinheiro. Fique esperto e compre apenas de fontes confiáveis.
 
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

MS Teixeira Comercial

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS