APERTO: Unir emite nota esclarecendo os impactos sobre o bloqueio de verbas

Essa ação do Governo Federal vai prejudicar uma série de atividades desenvolvidas pela instituição

APERTO: Unir emite nota esclarecendo os impactos sobre o bloqueio de verbas

Foto: Divulgação

 

A Universidade Federal de Rondonia (Unir), divulgou na tarde desta quinta-feira (06), um comunicado a comunidade acadêmica e aos sociedade rondoniense em geral, sobre os impactos causados à instituição com a publicação pelo Governo Federal, no dia 30 de setembro de 2022, do Decreto 11.216, que estabelece o bloqueio de verbas das universidades e institutos federais de educação no Brasil. 
 
O texto afirma que:” no conjunto, a redução no orçamento em 2022 impacta investimentos, como conclusões de obras e aquisição de equipamentos permanentes; a manutenção de bolsas oferecidas a estudantes; as diversas modalidades de auxílios estudantis; contratos em andamento e em fase de planejamento; e despesas ordinárias, como segurança, limpeza manutenção predial, e fornecimento de água e energia elétrica.
 
Veja o comunicado:
 
Nota da UNIR à Comunidade Universitária e à sociedade rondoniense sobre novo bloqueio orçamentário
 
Publicado em: 06/10/2022 16:43:15
 
A Universidade Federal de Rondônia (UNIR), por meio de sua Gestão Superior, vem informar, à toda a sua comunidade acadêmica e à população rondoniense em geral, os impactos decorrentes na instituição com a publicação pelo Governo Federal, no dia 30 de setembro de 2022, do Decreto 11.216, que estabelece cronograma de execução mensal de liberação de recursos financeiros para o exercício de 2022. Dentre os itens presentes no citado Decreto está a imposição de limites de movimentação financeira e de empenhos referentes ao Ministério da Educação (MEC), o que na prática bloqueia 5,8% do orçamento destinado à área da Educação.
 
Especificamente com relação à UNIR houve o bloqueio de R$ 2.118.292,92 referentes a recursos com execução a ser realizada até o final de 2022,  levando a impactos significativos – que se somam a outros bloqueios e cortes ocorridos  –  afetando contratos de serviços já em andamento, e aquisições de bens e materiais fundamentais para o desenvolvimento de atividades e nas contratações/renovações de novos serviços. Este quantitativo se soma a corte, já realizado em 2022, no valor de R$ 3.277.251,00 sobre recursos destinados à UNIR para gastos em capital.
 
No conjunto, a redução no orçamento em 2022 impacta investimentos, como conclusões de obras e aquisição de equipamentos permanentes; a manutenção de bolsas oferecidas a estudantes; as diversas modalidades de auxílios estudantis; contratos em andamento e em fase de planejamento; e despesas ordinárias, como segurança, limpeza manutenção predial, e fornecimento de água e energia elétrica.
 
Contudo, mesmo diante desse cenário desfavorável a Gestão Superior da UNIR assegura que todas as ações necessárias para garantir a manutenção do funcionamento da Instituição serão tomadas, sempre visando a qualidade do ensino, da pesquisa, da extensão e de todos os demais serviços ofertados pela Universidade. Ao mesmo tempo a Universidade se alinha às ações mais amplas, em conjunto com as demais instituições federais de ensino, em busca de alternativas para reverter e superar a atual situação crítica imposta ao ensino público brasileiro.      
 
A UNIR reafirma o seu compromisso e a sua missão, que vem desenvolvendo junto à população de Rondônia há 40 anos, de manter todas suas atividades, mesmo frente às dificuldades enfrentadas, pois sabemos do nosso papel na construção de uma sociedade mais justa e que esteja alicerçada no saber científico consolidado.
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Tudo Variedades LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS