RESPOSTAS: Sindsef busca informações sobre andamento dos processos de EBTT

O Sindicato esteve em reunião com a diretoria da Digep para requerer informações sobre o andamento dos processos

RESPOSTAS: Sindsef busca informações sobre andamento dos processos de EBTT

Foto: Divulgação

 

 

O Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia- Sindsef/RO esteve em reunião com a diretoria da Digep para requerer informações sobre o andamento dos processos de opção para a carreira de EBTT (Ensino Básico, Técnico e Tecnológico), dos professores do ex-Território alcançados pela edição da Medida Provisória 1122/2022, que reabre prazo até o dia 11 de agosto de 2022.
 
Em atenção ao expediente do Sindsef encaminhado pelo presidente Mário Jorge solicitando a reunião, o Chefe da Digep, João Bosco Costa, recepcionou na Superintendência, os diretores sindicais: Flávia Hiromi Takahashi, Eliete Azevedo, Eva Bezerra e Francisco Torres.
 
Na oportunidade, os dirigentes explicaram que o sindicato tem recebido inúmeras solicitações de informações sobre a tramitação dos processos de opção dos professores que já haviam protocolado o pedido para o EBTT e ainda outras demandas dos servidores do Ex-Território.
 
Sobre o EBTT, o chefe da Digep, João Bosco, informou que:
 
1) As reanálises dos requerimentos estão sendo realizadas por uma equipe de oito servidores;
 
2) Até a data da reunião, haviam sido analisados cerca de 70% dos requerimentos do total de mais de 500 processos de professores que protocolaram o requerimento anteriormente e não precisaram apresentar novo pedido.
 
3) Nessa etapa, os técnicos da Digep estão inserindo as informações da Medida Provisória nos processos de enquadramento dos professores.
 
4) Após a conclusão dessa fase, todos os processos serão encaminhados para o Ministério da Educação (MEC).
 
5) João Bosco assegurou que os professores serão comunicados sobre a tramitação de seus processos para o MEC.
 
Sobre a situação dos professores que protocolaram o requerimento, porém não constam na lista, a orientação da Digep é para que:
 
1) Entrem em contato com a Digep para requerer a verificação da existência do processo;
 
2) Não ocorrendo a localização do processo, o professor deverá fazer novo pedido de enquadramento, dentro do prazo até 11 de agosto.
 
IMPORTANTE
 
O Sindsef continua orientando os professores que não constam na lista e aqueles que não protocolaram o termo de opção, para que fiquem atentos ao prazo que encerra no dia 11 de agosto, sob risco de não ter outra oportunidade de requerer o enquadramento para o EBTT.
 
Com relação às outras demandas, à exemplo de avaliação de desempenho dos servidores pioneiros e transpostos, o chefe da Digep informou que nos próximos dias terá uma agenda junto a Ministério da Economia para tratar sobre os temas de interesse dos servidores federais de Rondônia.
Direito ao esquecimento

Quem você acha que será campeão do Brasileirão 2022?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS