VERGONHA: Bandeira de Porto Velho segue um trapo na entrada da cidade

O que antes era uma bandeira que aparecia em fotos e propagandas continua um fiapo de tecido

VERGONHA: Bandeira de Porto Velho segue um trapo na entrada da cidade

Foto: Pouco restou da bandeira que poderia ser o orgulho dos portovelhenses; prefeitura diz que a licitação ainda será concluída - Foto: Rondoniaovivo

No dia 01 de abril (e não era mentira), o Rondoniaovivo trouxe que a bandeira de Porto Velho na entrada da cidade, antes do viaduto da Rua Três e Meio na BR-364, virou um trapo.
 
Um dos símbolos mais bonitos da capital de Rondônia, que demonstrava orgulho de ser portovelhense, que chegou a ser vista em várias fotos nas redes sociais e até na propaganda institucional da Prefeitura de Porto Velho, virou uma lembrança destruída pela falta de zelo do próprio poder público.
 
Passados cinco meses desde o começo do ano quando a situação foi percebida, o que se vê em cima do mastro é apenas um fiapo de tecido que nem passa perto do que era o pavilhão nas cores amarela e azul.
 
Antes, a bandeira de Porto Velho aparecia em diversos comerciais da prefeitura - Foto: Divulgação
 
À época, um leitor do Rondoniaovivo fez um vídeo e enviou à redação: “Aquele é o fiapo da bandeira de Porto Velho na entrada da cidade. Foi o que sobrou. É isso”, comentou ele.
 
Na última terça-feira (31), a equipe de reportagem passou no mesmo local e viu que o trapo continua no mesmo local, sem nenhum tipo de mudança na cena vergonhosa.
 
Outro lado
 
À época, a Prefeitura informou que estava em processo de licitação a aquisição de bandeiras, no tamanho de 7,20m x 10,30m, para o mastro que fica localizado na BR-364. 
 
Por conta de fatores como sol, chuva e vento, acontece o desgaste natural do material e, por isso, o processo foi elaborado para 
garantir a compra de bandeiras reservas para o mastro.
 
Já nesta quarta-feira (01), novamente a Prefeitura repassou ao Rondoniaovivo que o processo 02.00430/2022 para a aquisição das bandeiras está em licitação, na fase de amostras. 
 
Ainda de acordo com o Executivo, a empresa que havia arrematado a licitação da bandeira da entrada da cidade foi desclassificada porque não apresentou a amostra, não cumprindo com os itens do edital. 
 
Desta forma, a próxima empresa será convocada para apresentar a amostra. Atendendo os requisitos previstos na licitação, será contratada.
Direito ao esquecimento

Você acredita que candidatos evangélicos são realmente ungidos de Deus ou são “ungidos” do pastor?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS