MEDIDAS: Governo reúne prefeitos para apresentar plano de combate a covid-19 e gripe

Dentre as medidas, o governo destacou a medicação Tamiflu que é usada contra a gripe

MEDIDAS: Governo reúne prefeitos para apresentar plano de combate a covid-19 e gripe

Foto: João Vitor Muniz/Rondoniaovivo | Governador Marcos Rocha e prefeitos de Rondônia

O governador de Rondônia, Marcos Rocha (União Brasil), reuniu os prefeitos de quase todas as cidades do Estado e falou sobre o cenário da pandemia na região, além de apresentar o plano de combate a covid-19 e a gripe.
 
De início, Rocha descartou medidas mais severas para frear o avanço da pandemia. Ele anunciou um pacote de medidas, que já havia sido apresentado para o seu secretariado, na semana passada.
 
Dentre as medidas, o governo destacou a medicação Tamiflu que é usada contra a gripe. Segundo o executivo estadual, mais de 100 mil unidades do remédio foram entregues aos municípios.
 
 
Também foram apresentados planos de testagem e vacinação em massa da população em pontos estratégicos, além da reabertura de novos leitos hospitalares e campanhas publicitárias para avanço da imunização no Estado. 
 
Uma dessas medidas, a testagem em massa, já foi executada em Porto Velho, no último sábado (22). E agora, essa ação chega a Ji-Paraná. O antigo Posto Vitória I, localizado na avenida Marechal Rondoni, 2015, Dois de Abril, será o local onde acontecerá os testes para covid-19.
 
Ji-Paraná
 
Em entrevista ao Rondoniaovivo, o prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca comentou o cenário da pandemia na segunda maior cidade do Estado e reforçou a importância da vacinação.
 
Ji-Paraná não está diferente da capital e não está diferente de nenhum outro município de Rondônia. O Brasil inteiro volta a ter os picos da covid-19 e o que a gente está pedindo da população é que todos se vacinem e tomem os cuidados necessários”, disse Isaú.
 
O prefeito fez ainda um alerta para a população não vacinada ou que não completou o ciclo vacinal no município. 
 
“As pessoas que foram vacinadas, estão contraindo covid-19, indo aos postos de saúde, sendo medicadas e voltando para casa. Já as pessoas que não foram vacinadas, estão chegando nos postos de saúde, sendo encaminhadas pra UPA, de lá pro hospital, depois pra UTI e morrendo”, analisou o prefeito.
 
Mesmo com o avanço dos casos de covid-19 e das mortes em quem não se vacinou, Isaú descartou a obrigatoriedade do passaporte vacinal nos locais da cidade.
 
Em questão ao passaporte vacinal, nós não vamos tomar essa medida porque quem tem que se preocupar é quem não se vacinou. Quem vacinou, pode trafegar tranquilamente, porque a vacina é eficaz”, declarou.
Direito ao esquecimento

Você acredita que a gestão da Segurança Pública (Sesdec) em RO está sendo competente no combate ao crime no estado?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Asprodarc

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS