FOME: Camponeses fecham a BR-364 pedindo dinheiro para comida

De acordo com a PRF, a via foi liberada no começo da tarde desta segunda-feira (25)

Um grupo de camponeses que foi desalojado de uma área que ocupavam na região do distrito de Mutum-Paraná, em Porto Velho, fechou a BR-364, sentido Acre, desde o último sábado (23). 
 
As informações que o Rondoniaovivo recebeu são de que eles, antes estavam interrompendo o tráfego para pedir dinheiro para comprar alimentos. O grupo foi desalojado da área em que estava próxima à localidade chamada Mutum Velho, pela Polícia Militar, na última semana, como cumprimento de uma ordem judicial de desocupação de uma fazenda da região, conhecida como Galo Velho.
 
Dificuldades
 
A retirada dos posseiros tem sido alvo de críticas pela forma como está sendo conduzida e pelas denúncias de moradores da região. A Polícia Militar que está à frente do processo de desocupação da área, após a retirada das famílias, levou todos para uma escola na Vila da Penha. Cerca de 400 pessoas entre crianças, mulheres, idosos e adultos ficaram amontoadas no local.
 
 
As críticas são de que os posseiros foram retirados das áreas ocupadas e não tiveram qualquer apoio do Governo do Estado. Na escola onde foram alojadas as famílias, não foram distribuídos alimentos e nem qualquer tipo de assistência social. Muitos denunciavam que estavam passando fome no local.
 
Desdobramentos
 
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou à reportagem que a estrada foi liberada no começo da tarde desta segunda-feira (25).

Galeria de Fotos da Notícia

FOME: Camponeses fecham a BR-364 pedindo dinheiro para comida

FOME: Camponeses fecham a BR-364 pedindo dinheiro para comida

Direito ao esquecimento

Você acha que os escândalos do Governo Bolsonaro prejudicam a pré-candidatura à reeleição?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS