DE NOVO: Pacientes estão espalhados pelos corredores do João Paulo II

Denúncia feita em vídeo por acompanhante chegou ao Rondoniaovivo nesta quarta (06)

Durante anos e anos é a mesma situação: pacientes estão espalhados pelos corredores do Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, seja no chão (deitados ou sentados) ou até mesmo em pé.
 
Aí o ciclo vicioso continua: a população denuncia para a imprensa. Esta, publica e procura o Governo do Estado, que diz sempre que vai acabar com o problema. Passam alguns dias, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) envia imagens e fotos dos corredores desocupados.
 
Nesta quarta-feira (06), nenhuma novidade: uma acompanhante fez as imagens que chegaram à redação. Pessoas em macas, tomando soro, sentadas no chão ou em cadeiras. Há sofrimento em todas as formas possíveis.
 
 
 
“Quem tem que ver são nossos políticos. É o tal do direitos humanos. Ó aonde os pacientes estão. No chão, isso lotado, o João Paulo. Os pacientes chegam e ficam de pé. Dias e noites em cima de macas, jogados. Assim, essa aglomeração. Chega e vai ficando assim, ó, jogado. Vê se tem parente de algum político aqui. Crianças pelo chão”, desabafou ela.
 
Mais à frente, a mulher também exibe as péssimas condições dos banheiros usados por pacientes e acompanhantes.
“Nada presta. Sempre pingando água. Sem condições”.
 
 
Outro lado
 
Em nota enviada ao Rondoniaovivo, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) apontou que “tem como prioridade construir um novo hospital para atender casos de urgência e emergência”. 
 
O texto ainda explica: “Sabemos que o JP II não suporta mais atender toda a população do estado. Enquanto isso, estamos transferindo estes pacientes em outros leitos criados especificamente para eles, proporcionando melhor qualidade no atendimento”.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS