DESTRUIÇÃO: Unidades de Conservação de RO estão entre as 30 com mais focos de queimadas

De 01 de setembro a 01 de outubro deste ano, três reservas de conservação estaduais estão entre as 30 do país com o maior número de incêndios

DESTRUIÇÃO: Unidades de Conservação de RO estão entre as 30 com mais focos de queimadas

Foto: Victor Moriyama/Greenpeace

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), por meio do Projeto Queimadas, mostrou que os crimes ambientais viraram rotina em Rondônia.
 
No período de 01 de setembro a 01 de outubro desse ano, três unidades de conservação estaduais estavam entre as 30 do país com o maior de pontos de fogo.
 
As campeãs foram a Reserva Extrativista Jacy-Paraná (206), Parque Estadual de Guajará-Mirim (46) e a Reserva Extrativista do Rio Preto Jacundá com (16) focos.
 
A Resex Jacy-Paraná só perdeu em locais com queimadas para a Área de Proteção Ambiental (APA) Triunfo do Xingu, no Pará, que teve 266; e a APA do Rio Ouro Preto, na Bahia, com 493 locais com fogo. 
 
Nas datas analisadas, o Pará concentrava as quatro reservas com maior número de queimadas no Brasil.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS