NÃO VAI RECORRER: Ex-deputado de RO perde ação contra Globo após sentir honra dos PMs atacada

O programa Tá no Ar saiu da TV após o diretor ser acusado de assédio sexual

NÃO VAI RECORRER: Ex-deputado de RO perde ação contra Globo após sentir honra dos PMs atacada

Foto: Ex-deputado Jesuíno Boabaid/Foto: Luiz Júnior

O ex-deputado estadual e atualmente presidente da maior entidade representativa dos policiais e bombeiros militares de Rondônia, ASSFAPOM, Jesuíno Boabaid, falou com a reportagem do Rondoniaovivo após receber a informação de que teria perdido na Justiça uma representação contra a Rede Globo de Televisão. 
 
Em seu mandato, Jesuíno acionou a Globo na Justiça após ter sentido a honra dos policiais militares atacada no programa Ta no Ar. No quadro humorístico, os policiais são ridicularizados como corruptos e sem caráter. 
 
O programa Tá no Ar saiu da programação da Globo após o diretor do televisivo, que foi um dos atores do quadro em questão, o humorista Marcius Melhem, ter sido acusado de assédio moral e sexual contra funcionários. 
 
Marcelo Adnet e Marcius Melhem 
 
A Justiça acatou os argumentos da Globo, que em sua defesa afirmou que tudo não passava de humor, garantido pela Constituição Federal em seu direito de liberdade criativa de artistas e empresas. 
 
“Rondônia tem policiais militares honrados e que amam seu ofício, por isso sempre que houver situações em que veja que essa profissão está sendo difamada ou ridicularizada não irei me calar, seguirei em luta pelo respeito à nossa categoria”, afirmou Jesuíno Boabaid. 
 
Mesmo havendo recursos Jesuíno afirmou que não dará prosseguimento ao embata jurídico, porém afirmou que irá sempre defender a honra dos policiais militares todas as vezes que essa profissão for atacada. 
Direito ao esquecimento

Você acha que os escândalos do Governo Bolsonaro prejudicam a pré-candidatura à reeleição?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS