POLÍCIA MILITAR: Assembleia Geral em frente ao CPA pode definir possível fechamento dos quartéis

A Assembleia Geral será na sexta-feira (11) e iniciará a partir das 15h

POLÍCIA MILITAR: Assembleia Geral em frente ao CPA pode definir possível fechamento dos quartéis

Foto: Divulgação

A possibilidade do fechamento das portas dos quartéis em todo o estado de Rondônia nesta sexta-feira (11) pelas esposas de policias militares pode se tornar uma realidade caso o governador de Rondônia, Marcos Rocha (SEM PARTIDO), permaneça deixando o conselho de associações da categoria fora dos debates do Executivo. 
 
Essa alegação foi dada por uma das principais lideres do movimento que já reúne mais de 500 esposas de policiais militares em todo o Estado, a advogada Ada Dantas, esposa do policial militar e ex-deputado estadual, Jesuíno Boabaid.
 
De acordo com Ada Dantas, o fechamento dos quartéis não é a vontade das mulheres, porém, as seguidas rejeições de Rocha em sentar com o conselho de associações de praças e oficiais da PM e Bombeiro Militar, pode levar ao último recurso possível, o fechamento dos quartéis. 
 
“Não queremos fechar quartéis, não queremos ficar acampadas na frente dos batalhões, isso prejudica nossos trabalhos, deixam nossos filhos desguarnecidos, mas o que estamos pedindo é que o governador honre os policiais e pedimos a Deus que ele tenha o discernimento de receber o conselho de associações”, afirmou Ada Dantas.
 
Assembleia Geral
 
Na próxima sexta-feira (11) uma Assembleia Geral de associações representativas da Polícia e Bombeiro Militar irá acontecer às 15h em frente ao palácio do Governo de Rondônia na capital e poderá definir a ação que será tomada pelas esposas dos militares. 
 
Pode se repetir 
 
Ada Dantas já encabeçou um movimento de esposas de policiais semelhante que levou ao fechamento de todos os quartéis da capital de Rondônia, e dezenas de quartéis pelo interior do Estado. 
 
Com barricadas e esvaziando os pneus das viaturas, as esposas dos PM’s cobravam valorização salarial e melhores condições de trabalho. As manifestações cessaram após um acordo com o Governo do Estado que conseguiu diversas melhorias para a categoria. 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS