SINDICATO: ‘Vacinação de militares também é resultado de nossas cobranças’, diz presidente da Assfapom

O Presidente da Associação dos Familiares e Praças da Polícia e Bombeiro Militar (Assfapom), Jesuíno Boabaid esteve acompanhando a vacinação e parabenizou o Governador Marcos Rocha

SINDICATO: ‘Vacinação de militares também é resultado de nossas cobranças’, diz presidente da Assfapom

Foto: Divulgação

Na manhã do último sábado (03), centenas de policiais militares, civis, penais, bombeiros militares, agentes da Polícia Rodoviária Federal, dentre outros membros das forças de segurança pública começaram a ser vacinados contra o Covid-19. A vacinação ocorreu no Centro Político e Administrativo (CPA), na capital.
 
O Presidente da Associação dos Familiares e Praças da Polícia e Bombeiro Militar (Assfapom), Jesuíno Boabaid esteve acompanhando a vacinação e parabenizou o Governador Marcos Rocha (sem partido) por ter tomado a medida justa e necessária de priorizar a vacinação dos agentes de segurança pública de Rondônia.
 
Boabaid destacou a luta travada pela Assfapom junto ao Governo do Estado e a justiça para garantir a imunização aos policiais que estão desde o início da pandemia na linha de frente, combatendo o crime e dando segurança para a população. “Nós tivemos realizando movimentos, cobranças e ingressamos com ação judicial na Justiça do Trabalho pedindo que os membros das forças de segurança fossem incluídos na classificação de prioridade para a vacinação em decorrência dos altos índices de contaminação e óbitos”, relatou Jesuíno.
 
Através de listagem encaminhada pelo comando da PM, o governo se preparou para que fosse feita a vacinação dos policiais na primeira oportunidade após a chegada de 51.400 doses de vacinas na última quinta-feira (01).
 
“Meus amigos, a vacina é o único meio de conter as mortes pelo vírus. Vamos ter consciência, vamos pensar que a vacinação te imuniza. Da forma que estamos assistindo os índices, é alarmante. Enfim estes homens e mulheres estão sendo valorizados e respeitados”, comentou Boabaid.A nossa luta continua”, finalizou o presidente da Assfapom
 
Tocador de víde
 
00:00
 
02:18
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS