CASO HAVAN: 'Empresa não tá dando nenhum suporte médico', diz marido de funcionária

Mulher está internada na UTI, após pilha de pneus cair em cima dela

CASO HAVAN: 'Empresa não tá dando nenhum suporte médico', diz marido de funcionária

Foto: Divulgação

Rafael, marido da funcionária que foi atingida por uma pilha de pneus durante o horário de trabalho na Loja Havan, em Porto Velho (RO), na última segunda-feira (22), se manifestou na tarde desta sexta-feira (26). Ele desmentiu a informação dada pela empresa a reportagem do Rondoniaovivo.
 
De acordo com o marido, a mulher não recebeu nenhuma ajuda da Loja Havan. “Eu venho aqui trazer a veracidade do fato. Então, para título de informação, a empresa não tá dando nenhum suporte como relata a matéria”, esclareceu.
 
O acidente aconteceu no início da semana, mas as imagens gravadas por câmeras de monitoramento tornaram-se públicas nesta sexta.
 
 
Ainda conforme relato de Rafael, na última quarta-feira (24), ele voltou com a esposa ao hospital devido as dores, quando os médicos decidiram pela internação dela. “Eu trouxe minha esposa aqui para a unidade médica. Ela estava sentindo forte dores na cabeça, fez novos exames, tomou medicamentos e ontem ela teve que ser encaminhada para a UTI”.
 
Rafael ainda reforçou a falta de apoio da empresa e de assistência médica, que estão sendo bancadas pela família. “Não tem nada a ver com a Havan. Essa empresa não tá dando nenhum tipo de suporte médico. Isso tudo sai do nosso plano de saúde pessoal”, finalizou.
 
A reportagem do Rondoniaovivo entrou, em contato com a loja Havan, em Porto Velho, onde ocorreu o acidente, para saber a posição da empresa sobre o ocorrido. A Havan informou que está dando todo suporte para a colaboradora, após o acidente.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS