BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DESMENTIDO: Áudio e vídeos sobre ‘degelo dos Andes’ e ameaça de enchente são fakes

O assunto vem criando pânico, e não passam de falsas informações

Painel Político

07 de Janeiro de 2021 às 13:59

Atualizada em : 08 de Janeiro de 2021 às 09:39

Foto: Divulgação

Nos últimos dias circulam em grupos de Whatsapp de Rondônia, um áudio onde uma voz masculina, falando em espanhol, alerta para um degelo recorde na Cordilheira dos Andes e que ameaça Rondônia e as comunidades ribeirinhas com uma ‘enchente recorde’. O áudio é seguido por outro, em português, que o homem traduz e junto também são encaminhados vídeos, mostrando imagens de uma enchente.
 
O assunto vem criando pânico, e não passam de falsas informações. A Defesa Civil emitiu o seguinte comunicado sobre o episódio:
 
A Defesa Civil do Estado de Rondônia vêm a público manifestar-se tecnicamente acerca de um vídeo e áudios que circulam na grande rede, que noticiam sobre uma possível “cabeça dágua” vinda da Região do Departamento do Beni – Bolívia, em direção à Bacia do Mamoré.
 
ESCLARECEMOS QUE:
 
1. O vídeo em questão não ocorreu no Departamento do Beni e sim no Departamento de Sucre, que situa-se no sul do território Boliviano, não tendo, portanto, qualquer ligação com a Bacia do Mamoré;
 
2. A Bacia do Mamoré, que é jusante do Rio Madre de Díos e seu curso banha a cidade de Guayaramerin, em leitura de nível realizada dia 06/01/2021 encontra-se com 9,30m (nove metros e trinta centímetros) e que a leitura da série histórica do mesmo, tem seu nível de alerta em 10,50m (dez metros e cinquenta centímetros), portanto, está no dia de hoje 07/01/2021 a 1,20 (um metro e vinte centímetros) abaixo da cota de alerta, dentro da normalidade;
 
3. Que a situação no país vizinho, especialmente na Bacia do Mamoré está atualmente em Alerta Laranja que significa que os rios estão subindo de nível e há possibilidade de transbordamento, situação normal para o período chuvoso amazônico, inclusive em alguns afluentes estando com o sinal verde, de totalmente normal;
 
4. Que esta Defesa Civil encontra-se em constante contato com órgãos Nacionais e Internacionais de Previsão do Tempo, meteorologia e Hidrologia na vigilância de quaisquer alterações que possam alterar a situação de normalidade de suas bacias, implicando em perdas de vidas e patrimônios, podendo destacar entre esses órgãos: SIPAM; CENSIPAN; ANA e Serviço Nacional de Meteorologia e Hidrologia da Bolívia, os quais emitem boletins diários sobre a situação em tela.
 
Por fim, esta Defesa Civil Estadual encontra-se vigilante para que, caso venha ocorrer situações que mereçam a comunicação imediata à todos os possíveis atingidos, o faremos em tempo hábil para mobilização e todas as providências necessárias.
 
“A DEFESA CIVIL ESTÁ SEMPRE PERTO DE VOCÊ E PERTENCE A TODOS” GILVANDER GREGÓRIO DE LIMA
 
Comandante Geral – CBMRO Porto Velho, JAN/2021
 
Veja o documento:
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS