BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

UNIRON: Acadêmico desenvolve robô cartesiano para corte de materiais moles

Este projeto permite cortes com alta exatidão e resolução, tanto para peças simples, quanto para aquelas com geometria mais complexa

ASSESSORIA

22 de Dezembro de 2020 às 09:56

Atualizada em : 22 de Dezembro de 2020 às 11:57

Foto: Divulgação | Da esquerda para a direita: Jonatas e Pablo

O acadêmico do 8º período de Engenharia Elétrica da UNIRON, Jonatas Caldas da Silva, desenvolveu um robô cartesiano que possibilita cortes de madeiras, plásticos, borrachas e couros, utilizando a tecnologia de turbo laser de CO2. Este projeto permite cortes com alta exatidão e resolução, tanto para peças simples, quanto para aquelas com geometria mais complexa. O acompanhamento deste trabalho técnico, foi feito pelo Engenheiro Mecatrônico Pablo Apolinário, que subsidiou o discente através do repasse de tecnologia e conhecimentos necessários para a realização do hardware que é integrado a um software. E a orientação, ficou a carga da Engenheira Eletricista, Professora Jéssica Carvalho.

 

Para Apolinário, “a capacidade de transmitir o conhecimento para uma pessoa até então leiga e o resultado do trabalho, me deixaram muito satisfeito e tenho certeza que outros projetos que resultem em máquinas e robôs que irão agregar valor à nossa sociedade e otimizar os processos produtivos, poderão ser realizados”.

 

Jéssica, ressalta “que toda a aprendizagem necessária para a realização desse projeto foi adquirida na instituição e o empenho do acadêmico e sua interação com os Engenheiros envolvidos, foram fundamentais para a conclusão do desafio com êxito. E quanto ao produto desenvolvido, o mesmo pode ser comercializado para empresas do setor metalúrgico, arquitetura e publicidade, dentre outros.

 

O discente Jonatas, menciona “que poder desenvolver na prática o que é visto em sala de aula, foi gratificante. Realizar o projeto me ajudou a ter contato com micro controlador, configurando com suas resoluções as medidas corretas, deixando a máquina com a máxima exatidão e fazer um produto que além de ampliar meu conhecimento, ainda pode ser comercializado, foram fundamentais para o meu engajamento e minha satisfação. Para finalizar, agradeço aos Engenheiros Pablo e Jéssica”.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS