BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

SEM CONTAMINAÇÃO: Médico dá dicas de cuidados a serem tomados na ceia de Natal e Ano Novo

O brasileiro, com costumes aconchegantes, precisa estar orientado sobre certos cuidados a serem tomados, devido a pandemia do coronavírus

Rondoniaovivo

22 de Dezembro de 2020 às 15:03

Atualizada em : 23 de Dezembro de 2020 às 10:03

Está chegando o Natal, Ano Novo e as confraternizações de final de ano. O brasileiro, com costumes aconchegantes, precisa estar orientado sobre certos cuidados a serem tomados, devido a pandemia do coronavírus.
 
E é por isso que o Médico, Alvaro Galvão, de Ji-Paraná, listou algumas dicas super importantes para você realizar sua festa de Natal e Ano Novo com segurança.
 
Confira as dicas
 
*Usar mascara sempre que estiver conversando, leve um plástico para guardar e não coloque sobre a mesa, e ainda é bom ter uma máscara extra por segurança, lembrando que cada convidado deve levar a sua.
 
*Evite aglomerações e mantenha distância entre as pessoas, sendo o ideal de 2 metros de distância, e sempre procure que o evento seja feito em lugares arejados, evitando locais fechados.
 
*Evite apertos de mão e abraços.
 
*Lave as mãos com frequência com água e sabão, disponibilize álcool 70, e não use toalhas de tecido, prefira toalhas de papel.
 
*Use lixeiras com pedais para não tocar nela.
 
*Limite o número de pessoas convidadas e caso houver famílias diferentes, agrupem em mesas individuas.
 
*Na hora da ceia, faça um rodízio de pessoas para não sentarem todos juntos na mesa.
 
*A comida ao ser preparada e servida deverá ser por uma pessoa com máscara adequada, e o ideal é que uma pessoa sirva, e priorize o uso de um saco plástico na mão ou luva plástica, evitando compartilhar os utensílios para servir a comida.
 
*Em caso de doces ou balas para as crianças, crie sacolinhas individuais, para evitar colocar a mão em um único recipiente.
 
*Condimentos ou molhos deverão ser servidos na forma de sache individualmente.
 
*E por último, fique isolado do evento se estiver com sintomas, como febre, dor no corpo, coriza, sintomas sugestivos de covid, ou se estiver com o diagnóstico da doença, ou mesmo que esteja no final da recuperação, e vale ressaltar que o período seguro é de 14 dias.
 
Para o Dr. Alvaro, seguindo essas dicas, você estará ajudando a reduzir os riscos, ressaltando que na família sempre tem uma pessoa mais idosa ou do grupo de risco. 
 
Em Rondônia, a pandemia de covid-19 já matou mais de 1.700 pessoas, segundo dados da Agência de Vigilância em Saúde de Rondônia (Agevisa). Em todo o país, 187.291 vidas foram perdidas, de acordo com o Ministério da Saúde.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS