BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

EXCLUSIVO: Polícias Militar e Civil só voltam com a Lei Seca se receberem gratificação

Decisão é pelo fato de somente os servidores do Detran receberem gratificação a cada operação realizada no Estado.

Rondoniaovivo

10 de Novembro de 2020 às 16:15

Atualizada em : 11 de Novembro de 2020 às 17:16

Foto: Divulgação

A Polícia Militar, Polícia Civil e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), estão em um impasse grande quanto ao Convênio nº 004/2017, que estabelece um trabalho conjunto dos três órgãos. Eles firmaram um contrato para realização da Operação Lei Seca em Rondônia.
 
Devido a pandemia do novo coronavírus, a Lei Seca foi suspensa, já que o uso do bafômetro é coletivo, o que poderia gerar contaminações. Nesse período de paralisação, os policiais militares e civis, buscaram seus direitos. A discussão é pela gratificação que os servidores do Detran recebem a cada operação feita. Já os servidores da segurança pública só recebem os salários normais, sem gratificação.
 
 
Com isso, a PM e PC decidiram por encerrar o convênio que já dura mais de 8 anos, porém o trâmite de encerramento leva um tempo, já que com a pandemia, os órgãos responsáveis estão trabalhando em ritmo lento.
 
Outro lado
 
O Secretário Adjunto, Delegado Hélio Gomes Ferreira, informou que a Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), está trabalhando junto com a PM e PC, para evitar a quebra do contrato com o Detran, uma vez que Operação Lei Seca é de extrema importância para a segurança da população rondoniense.
 
Ainda segundo o secretário, as polícias continuam trabalhando no combate a embriaguez no trânsito, com blitz normais do Batalhão de Trânsito realizadas diariamente.
 
Hélio informou, que assim que possível será resolvido o problema da gratificação pedida pelos policiais, já que, segundo ele, é um direito do trabalhador. O Secretário disse ainda, que o problema só não foi resolvido por conta do decreto que limita algumas despesas, mas garantiu solução imediata.
 
Sem resposta
 
A reportagem tentou contato com o Detran para prestação dos devidos esclarecimentos, mas não teve resposta. 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

MP obtém liminar para que Energisa forneça energia de qualidade

MP obtém liminar para que Energisa forneça energia de qualidade

O Ministério Público também relata que, conforme informado pelo Procon local, somente em relação ao Município de Ariquemes, a quantidade de reclamações em aberto contra a empresa atingiu o total de 514, no período de 1º de janeiro de 2019 a 14 de novembro do mesmo ano.

23 de Novembro de 2020 às 08:53