BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

FORÇAS ARMADAS: Confira resultados do 4º mês da operação Verde Brasil na Amazônia

Foram identificadas, dentro desses 4 meses de Operação, áreas de desmatamento e corte ilegal de madeira

Assessoria

08 de Setembro de 2020 às 17:33

Atualizada em : 08 de Setembro de 2020 às 17:34

Foto: Divulgação

A Operação (Op) de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) VERDE BRASIL 2 da Força Tarefa Conjunta Integrada Príncipe da Beira (FTCI PB) completa, no dia 10 de setembro, o 4º mês com resultados expressivos no que tange à repressão a delitos ambientais em sua área de atuação, a qual abrange os Estados de Rondônia, Acre e o Sul do Amazonas.
 
 
 
A Op VERDE BRASIL 2 continua com o máximo de integração entre Instituições Federais, Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização (OSPF) e entidades públicas de proteção ambiental dos Estados de RO, do AC e do AM.
 
 
 
RESULTADOS
 
 
 
Foram identificadas, dentro desses 4 meses de Operação, áreas de desmatamento e corte ilegal de madeira, o que resultou em 18.634,51m³ de madeira apreendida e aplicação de 356 multas que somadas totalizam R$ 245.817.963,55 (Duzentos e quarenta e cinco milhões, oitocentos e dezessete mil, novecentos e sessenta e três Reais e cinquenta e cinco centavos).
 
 
 
Além disso, foram realizadas apreensões de: 68 embarcações, 6 balsas de garimpo, 20 caminhões, 17 semirreboque, 5 tratores, um veículo leve, 2 motos, 155 Kg de castanha do Brasil, 1.150 Kg de pescado, 120 Kg de carne silvestre, 66 animais silvestres mortos, 12,250 Kg de pasta base de cocaína, 418,16 Kg de minério de cassiterita, 7 mil litros de óleo diesel, 22 motosserras, 15 correntes, 7 lâminas, 1 soprador, 1 gerador, 7 motores estacionários de garimpo, 7 bombas de sucção, 120 metros de mangueira de 8 polegadas e 20 armas de fogo.
 
 
 
No contexto das operações de campo, foram desencadeadas ações de conscientização nos distritos e comunidades adjacentes às Bases de Operações, de modo a contribuir com maior esclarecimento e mudança de postura da população em relação aos ilícitos ambientais. Além de aproximar o Exército da população, a campanha demonstra a dualidade entre as ações repressivas desencadeadas nas madeireiras da região e o viés educacional e de conscientização: “Braço Forte – Mão Amiga”.
 
 
 
LOCALIDADES ATENDIDAS
 
 
 
Ao longo desses dois meses, o Comando Conjunto Príncipe da Beira já atuou em 37 localidades compreendidas nos Estados de Rondônia, Acre e Sul do Amazonas, mobiliadas por quatro Batalhões de Infantaria de Selva (4º, 6º, 54º e 61º BIS), pela 17ª Companhia de Infantaria de Selva e por Órgãos e Agências parceiras.
 
 
 
Cabe ressaltar que a Operação segue em curso de acordo com o Decreto Presidencial de emprego das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem, podendo ser prorrogada conforme a visualização da necessidade pelo Governo Federal.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS