BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

COVID-19: Operação Todos Pela Vida conscientiza população sobre distanciamento

A primeira fase da operação aconteceu nos três período: manhã, tarde e noite

ASSESSORIA

11 de Maio de 2020 às 14:31

Foto: Divulgação

Os números de infectados pela Covid-19 têm aumentado em Rondônia, principalmente na capital Porto Velho.  Pensando em alertar a população sobre o descumprimento do Decreto 24.919, que proíbe a permanência e trânsito de pessoas em áreas de lazer e convivência, pública ou privada, a Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) deflagrou no domingo (10) a Operação Todos pela Vida, baseada no Plano de Ação Estadual Todos Por Rondônia.
 
A primeira fase da operação aconteceu nos três período: manhã, tarde e noite. As abordagens foram feitas no Espaço Alternativo e o Skate Park, em Porto Velho, e contou com servidores da Sesdec e policiais militares liderados pelo secretário de segurança, coronel PM José Hélio Cysneiros Pachá. “Neste momento estamos pedindo para que as pessoas pratiquem exercícios físicos em casa. Quanto mais o cidadão ficar em casa, menos o vírus se propagará. O diálogo com a população é para mostrar que, se cada um fizer sua parte, logo sairemos dessa pandemia”, pontuou Pachá.
 
A Operação Todos Pela Vida está prevista para os próximos de 15 dias, podendo ser prorrogada caso os números continuem crescendo. Para atingir maior número de pessoas e orientar sobre a importância do distanciamento social para combater a Covid-19, outras secretarias do Governo de Rondônia participarão desta operação de conscientização.
 
Equipe de ciclistas recebem orientação sobre o aumento de infectados pelo Covid-19
 
O Foco da Operação é na capital porque a capacidade de atendimento hospitalar pode chegar ao limite. O Boletim Coronavírus do domingo (10), divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Rondônia, apontou 43 óbitos, sendo 33 deles em Porto Velho. Já são 1302 casos confirmados. Só na capital são 991 infectados. As autoridades governamentais pedem que a população colabore para reverter essa situação.
 
“O comportamento inadequado de pessoas que promovem festas, jogos de futebol, que não respeitam o distanciamento nas filas dos bancos e casas lotéricas, causando aglomerações, contribui com o alto índice de contaminação em Porto Velho. Só vamos vencer essa guerra se houver união de todos”, finalizou Pachá.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS