BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DECISÃO: Servidor terá salário congelado até 2021, e dívidas com a União ficam suspensas

Por iniciativa de diversos senadores, como Alvaro Dias (Podemos-PR), estão fora do congelamento as Forças Armadas e os profissionais da saúde e segurança pública

ASSESSORIA

04 de Maio de 2020 às 08:48

Atualizada em : 04 de Maio de 2020 às 09:27

Foto: Divulgação

Além do repasse de R$ 60 bilhões a estados e municípios, o substitutivo aos Projetos de Lei Complementar (PLPs) 149/2019 e 39/2020, relatados pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, aprovado no sábado (2), suspende o pagamento das dívidas dos estados e municípios com a União e permite a renegociação com bancos públicos e organismos internacionais.

O projeto também proíbe o reajuste salarial de todo o funcionalismo público até dezembro de 2021. Por iniciativa de diversos senadores, como Alvaro Dias (Podemos-PR), estão fora do congelamento as Forças Armadas e os profissionais da saúde e segurança pública. As informações são da repórter Hérica Christian, da Rádio Senado.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS