BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

BAIXO CUSTO: Acadêmicos do Ifro e Unesc começam a montar estação meteorológica

Na última semana, os alunos se reuniram com os coordenadores do projeto para a montagem dos componentes da estação

ASSESSORIA

10 de Março de 2020 às 08:52

Foto: Divulgação

Após meses de estudos em uma parceria científica inédita em Vilhena, a estação meteorológica desenvolvida por alunos do IFRO e de diversos cursos da Unesc está tomando forma.

 

Na última semana, os alunos se reuniram com os coordenadores do projeto para a montagem dos componentes da estação. Muita euforia e expectativa até mesmo entre os professores.

 

Na medida em que as peças eram retiradas das caixas, o professor Roberto Simplício Guimarães, responsável pelo projeto no IFRO, explicava a função de cada uma e como se encaixam na estrutura da estação.

 

Depois de observarem a montagem, os alunos tiveram acesso ao sistema que gerencia os dados que serão coletados pelo equipamento, que tem até um sistema de “captação de vento” bastante curioso. O anemômetro fica exposto a céu aberto recebendo informações como o vento e a umidade do ar.

 

De posse dessas informações, os dados são compilados na plataforma Arduino, que as transforma em informações úteis ao monitoramento do Meio Ambiente.

 

A duas primeiras estações serão implantadas já nesta semana, uma no IFRO e outra na Unesc, parceira do projeto. A ideia é, futuramente, incluir uma terceira estação para completar um triângulo geográfico na cidade e assim conseguir mapear toda a malha urbana do município de Vilhena.

 

O projeto pretende ainda alcançar outros resultados que garantam agilidade, eficiência e o principal, baixo custo na apuração e processamento de dados sobre o Meio Ambiente, o que deve alcançar novos horizontes como o monitoramento de áreas agrícolas da região.

 

A professora Calina Barros, coordenadora do projeto da Unesc, está entusiasmada com a ideia e conta os dias para a instalação dos equipamentos. “As estações meteorológicas são um passo importante no aprimoramento de técnicas de monitoramento do Meio Ambiente para os alunos da Unesc. Estaremos dando um salto na direção de novos conhecimentos” - enfatiza.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS