BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Às vésperas da eleição, Temer vai facilitar renovação da CNH

O presidente Michel Temer discursa para ministros, ex-ministros, parlamentares, presidentes de estatais e demais membros do governo durante cerimônia para celebrar dois anos de governo, no Palácio do Planalto Pedro Ladeira

FOLHA DE SÃO PAULO

13 de Agosto de 2018 às 09:48

Foto: Divulgação

Via expressa Numa medida que visa melhorar a avaliação do presidente Michel Temer (MDB) a menos de dois meses da eleição, o governo vai editar nos próximos dias uma medida provisória que facilita a renovação da carteira de habilitação. O texto, que está sendo fechado pelo ministro Alexandre Baldy (Cidades), determinará que a partir da expedição da CNH, motoristas façam apenas exames médicos a cada cinco anos, e não mais precisem passar pela burocracia para renovar o documento.

 

Atalho A proposta em estudo prega que a redução de exigências para renovação da CNH valha para todos os motoristas que tiverem até 55 anos. Após essa idade, a atualização do documento seria obrigatória a cada cinco anos, e a realização de exames a cada dois anos e meio.

 

O presidente Michel Temer discursa para ministros, ex-ministros, parlamentares, presidentes de estatais e demais membros do governo durante cerimônia para celebrar dois anos de governo, no Palácio do Planalto Pedro Ladeira

 

Tiro ao alvo Dias após o debate da Band, na quinta (9), aliados de Jair Bolsonaro (PSL) distribuíram vídeo no WhatsApp com ataque a Ciro Gomes (PDT).

 

Rasteiro A edição do filme sugere que Ciro mentiu ao rebater o candidato cabo Daciolo (Patriota), que afirmou que o pedetista era fundador do Foro de São Paulo e o questionou sobre plano para criar a Ursal (União das Repúblicas Socialistas da América Latina).

 

Fake news Na resposta, Ciro alegou não saber “o que é isso”, em referência à Ursal. O vídeo distribuído por aliados de Bolsonaro confronta esta fala com entrevistas em que ele afirma que já foi ao Foro “algumas vezes”, ignorando que a resposta do pedetista era sobre a suposta união socialista.

 

"Não vai ser com caridade que o Brasil vai sair dessa situação crítica [...] Para ser candidato a presidente tem de falar que vai ampliar o Bolsa Família, então vote em outro candidato. Não vou partir para demagogia e agradar quem quer que seja para buscar voto." Adriano Machado

 

Território hostil A campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) fechou data para evento em São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo. Ele irá à cidade no dia 2 de setembro com o candidato dos tucanos ao governo do estado, João Doria (PSDB).

 

Minha vez Na ocasião, o presidenciável e o candidato a governador vão encontrar líderes do ABC, onde o PT ainda tem forte influência.

 

De mãos dadas Depois de Lula chancelar Fernando Haddad (PT) como seu interlocutor, o ex-prefeito e Manuela d’Ávila (PC do B), que assumirá a vice na chapa do PT, se reúnem nesta semana para traçar um roteiro de viagens.

 

Forca do exemplo As repetidas críticas da presidente do STF, Cármen Lúcia, à proposta de reajuste aprovada pela corte foram alvo de intenso debate entre ministros do Supremo no fim de semana. Um deles chegou a dizer a um grupo de amigos que ela deveria abrir mão do aumento de salário, caso ele seja aprovado pelo Congresso.

 

Força do exemplo 2 Outro integrante do STF diz que o Congresso poderia provocar o Supremo a rever decisão do CNJ que desobrigou tribunais de Justiça estaduais de obterem aprovação de lei específica para replicar reajustes cedidos à cúpula do Judiciário. O meio adequado seria uma Ação Direta de Inconstitucionalidade.

 

Ministra Cármen Lúcia - Presidente: natural de Montes Claros, em Minas Gerais, foi indicada por Lula

 

Gastadores A Justiça Trabalhista, a Defensoria Pública da União e o Ministério Público da União encabeçam a lista de órgãos vinculados ao Judiciário que mais extrapolaram o teto de gastos em 2017. Eles só não infringiram a regra porque, como mostrou a Folha, o Executivo compensou os valores.

 

Gastadores 2 A Justiça Federal e o Tribunal de Justiça do DF completam o quadro dos que, sem a compensação do Executivo, mais teriam infringido o teto de gastos.

 

Por garantia Dirigentes petistas que organizam a marcha que vai preceder o registro da candidatura de Lula no TSE pediram à Secretaria de Segurança do DF que reforce a proteção de prédios dos ministérios. Dizem ter receio de que infiltrados danifiquem edifícios e eles arquem com os ônus.

 

Cortar caminho Ministros do TSE dizem que, para agilizar aimpugnação do registro eleitoral de Lula, a hipótese mais provável é a de que o relator sorteado leve o caso do petista em mesa ao plenário –sem incluí-lo previamente na pauta.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS