BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Após indígenas, Doutores sem Fronteiras seguem atendimento no Baixo Madeira

Nas terras indígenas, participaram ao todo 16 profissionais especializados da Doutores sem Fronteiras com o suporte de mais de 20 profissionais da Secretaria Especial de Saúde Indígena

Da Redação

11 de Julho de 2017 às 17:27

Foto: Divulgação

Os Doutores sem Fronteiras encerraram os atendimentos nas terras indígenas das etnias Paiter Suruí, Cinta Larga e Sakirabia. Cerca de 700 procedimentos, 290 atendimentos, 30 cadcam, 100 tratamentos de canal e mais de 30 retiradas de sisos. O projeto segue, nesta terça-feira (11), de barco, para as comunidades de Nazaré e a Reserva Extrativista (Resex) do Cuniã, no Baixo Madeira, onde ficam até o dia 23 de junho.

Nas terras indígenas, participaram ao todo 16 profissionais especializados da Doutores sem Fronteiras com o suporte de mais de 20 profissionais da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), Kanindé – Associação de Defesa Etnoambiental e outros órgãos e instituições envolvidos com as questões indígenas na região.

O presidente da Associação Doutores sem Fronteiras, cirurgião-dentista Caio Machado, afirma que a meta dos atendimentos aos povos indígenas foi cumprida. “Além de todos os procedimentos que realizamos, também focamos na parte de prevenção, com educação preventiva. Além disso, também realizamos um treinamento para os dentistas da Fundação Nacional do Índio (Funai) e Sesai”, comenta.

Caio explica ainda que este foi o primeiro ano de atendimentos aos indígenas e, a cada ano, o Doutores sem Fronteiras busca expandir com a filosofia de ajudar pessoas. “Nossa profissão surgiu centenas de anos atrás para curar. É nossa obrigação levar a tecnologia também para pessoas que moram em regiões de difícil acesso”, pontua.

Nesta terça-feira mais profissionais se juntaram ao grupo, um total de cerca de 40 pessoas. Com os atendimentos no Baixo Madeira, o objetivo é atingir um total de atendimentos de mil pessoas e realizar dois mil procedimentos gratuitos.

Outras ações

Além dos procedimentos odontológicos, a ação também terá presença de médicos, que realizarão atendimentos. Equipe contará com agrônomos, apresentarão técnicas para conservação de alimento.

A Defensoria Pública do Estado de Rondônia (DPE-RO) também estará presente com o projeto SUS Mediado. A iniciativa tem o objetivo de agilizar atendimentos de saúde e evitar que demandas como consultas demoradas, transferências de hospitais, dentre outras, sejam levadas à Justiça.

Patrocinadores

Dentsply Sirona, Cristófoli, Driller, Dental Gutierre, Orthometric, Golgran, Micro Imagem, Colgate, Radiusx 3D, FGM, SOS Dentistas 24 Horas, Centro STG e Nova DFL.

 

Apoiadores

Associação Kanindé, Associação Metareilá do Povo indígena Suruí, Funai, Sesai, Governo do Estado de Rondônia, Coordenadoria Estadual da Política de Assistência Social (Seas), Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia, Associação dos Membros da Defensoria Pública de Rondônia, Defensoria Pública do Estado de Rondônia, Instituto Chico Mendes, Projeto 32, Soma Comunicação e Formula e Ação.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS