BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Projeto Moeda Digital Social será lançado em mais dois municípios de Rondônia

Projeto Moeda Digital Social será lançado em mais dois municípios de Rondônia

Da Redação

31 de Outubro de 2016 às 14:21

Foto: Divulgação

O Projeto Moeda Digital Social, que atualmente atende a sete municípios, com 400 comércios cadastrados, mais de três mil famílias atendidas e movimentando mais de R$ 2 milhões em limite, será lançado em Porto Velho, no condomínio Orgulho do Madeira; e em 60 dias em Ouro Preto do Oeste. O diretor financeiro do Banco do Povo de Rondônia, Arnaldo Campos, apresentou ao governador Confúcio Moura o cartão magnético para a capital, que será denominado de Moeda Digital Social Coração de Rondônia, e informou que a uma campanha nos meios de comunicação irá definir o nome da moeda de Ouro Preto do Oeste. O projeto é gerenciado pelo Fundo de Apoio ao Empreendimento Popular de Ariquemes (Faepar).

Confúcio explicou que a moeda social tem um papel importante no desenvolvimento econômico, uma vez age como um represamento de recursos na economia local justamente em função de um mercado de trabalho, beneficiando a todos. “Esse modelo de moeda social utilizando cartão magnético só tem em Rondônia”, destacou Moura.

Também presente na reunião, o deputado estadual Marcelino Tenório elogiou a iniciativa do governo, destacando que o cartão é uma ferramenta importante para as famílias de baixa renda, cujos salários muitas vezes não chega até o final do mês, mas com essa alternativa tem como comprar alimentos, medicamentos e até outros acessórios necessários.

“Vai trazer, acima de tudo, agilidade nas negociações, dando mais segurança de recebimento aos pequenos comércios instalados nos municípios, fortalecendo a economia local e contribuindo com as famílias de baixa renda”, frisou o deputado.

Em Ariquemes, a o cartão recebeu o o nome de ‘Jamari’, em homenagem ao rio que banha a cidade. Já em Ji-Paraná é Moeda Social Coração de Rondônia; Presidente Médici, Moeda Social Caraçabanas; Alvorada do Oeste, Moeda Alvorada; Machadinho do Oeste. Moeda Social Rondon; e em Buritis, Moeda Social Buriti.

O contador do supermercado Casa Nossa, Gelson Paulo,  disse que ao aderir ao projeto social conquistou muito mais clientes, inclusive dos bairros mais distantes. “No início movimentávamos com a Moeda Digital R$ 4 mil, ao mês. Hoje ultrapassamos a marca dos R$ 13 mil, e queremos aumentar”, afirmou, explicando que em todas as propagandas do comércio é anunciada a moeda digital para atrair mais clientes.

O QUE É

O  Moeda Digital Social é um cartão magnético de credito no qual o usuário tem um limite pré-aprovado pelo do Banco do Povo de Rondônia,  e pode utilizá-lo no comércio local que aderiu à iniciativa, como lojas de material de construção, supermercados, padarias, revendedoras de gás, bares, restaurantes e salão de beleza.

Para adquirir o cartão, não precisa abrir conta, basta fazer o cadastro em uma agência do Banco do Povo de Rondônia, que tenha o projeto social, apresentando Registro Geral (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), contracheque e comprovante de residência.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS