BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Presidente da Fecomércio participa da Rodada de negócios com Equador

Presidente da Fecomércio participa da Rodada de negócios com Equador

Da Redação

01 de Março de 2016 às 14:16

Foto: Divulgação

 O presidente do Sistema Fecomércio-RO, Raniery Coelho, participou nesta terça-feira 01.03, em Manaus (AM), da 2ª Rodada de Negócios Equador e Brasil, promovida pela A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Amazonas (Fecomércio-AM). O evento foi realizado das 9h às 17h30 na sede daquela federação localizada na rua São Luís, 555, Adrianópolis, zona Centro-Sul, com a participação de representantes do Equador.

Na solenidade de abertura, estiveram presentes o secretário municipal de administração, planejamento e gestão, Gilmar Nascimento, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Amazonas, Muni Lourenço, representantes da Fieam, o embaixador do Equador no Brasil, Horacio Sevilla Borja e representantes dos ministérios equatorianos de Comércio Exterior, Transporte e Obras Públicas, Coordenação da Produção, Emprego e Competitividade.

Participarão da Rodada de Negócios nove empresas equatorianas de variados segmentos de mercado. Com essa iniciativa, a Fecomércio-AM promove o encontro entre empresas compradoras e fornecedoras, incentivando a criação de grandes parcerias de negócios e cria uma rede de contatos, propiciando a realização de novos negócios para empresas amazonenses. Dada a variedade de oportunidades e assuntos tratados, as Rodadas de Negócios representam também uma excelente fonte de aprendizado e aconselhamento empresarial.

Ao comentar sobre a sua participação no evento, Raniery Coelho disse que todos os Países da América Andina são potenciais consumidores dos produtos brasileiros, especificamente de estados do Norte do País como Rondônia e Amazonas. “Uma das alternativas de revitalização da economia dos estados do Norte é justamente com os países fronteiriços. Mesmo o Equador não fazendo fronteira com o Brasil é um potencial mercado consumidor para Rondônia que já possui um projeto econômico com outros países da América Andina como a Bolívia e Peru”, comentou.

Segundo Raniery, estar atentos a oportunidades é sempre importante, pois a economia regional precisa se diversificar para se contrapor à atual crise político-econômica que o País atravessa.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS